quarta-feira, dezembro 19, 2018
Home > Abreu e Lima > Tentativa de assalto a banco no Grande Recife termina com quatro presos

Tentativa de assalto a banco no Grande Recife termina com quatro presos

Uma agência do banco Itaú localizada no Centro de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife, foi alvo de uma tentativa de assalto na manhã desta sexta-feira (15). A investida foi frustrada pela Polícia Militar (PM), que conseguiu prender quatro suspeitos no local e ninguém ficou ferido na ação.

“O vigilante e a gerente do banco foram abordados quando abriram a agência e foram levados para dentro. Nesse momento, o alarme foi acionado e a Polícia Militar chegou em um intervalo de três a cinco minutos. Não consideramos que houve refém nem que foi configurado sequestro ou cárcere privado”, afirmou ao G1 o tenente-coronel Marcos Ramalho, comandante do 17° Batalhão da Polícia Militar (17º BPM).

Segundo a PM, nenhuma quantia em dinheiro do banco foi levada pelo bando e um revólver calibre 380 foi apreendido na ocasião. “Não houve resistência à prisão. Dos quatro presos, três estão envolvidos com certeza, pois têm histórico nesse tipo de crime e cumpriram pena ou são condenados na Justiça. O quarto indivíduo preso foi conduzido em condição de suspeição, mas ainda não temos elementos suficientes para afirmar que ele participou”, complementou o tenente-coronel Ramalho.

A prisão do grupo foi realizada por policiais militares do 17º BPM, juntamente com a Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma), Radiopatrulha e do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV). Os presos, que não tiveram a idade divulgada, foram levados para a Delegacia de Abreu e Lima e, em seguida, foram encaminhados para o Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), no bairro de Afogados, na Zona Oeste do Recife, onde foram ouvidas pelo delegado Gustavo Godoy.

Por meio de nota, a assessoria de imprensa do Itaú informou que “não houve feridos durante a ação e que está apoiando as autoridades responsáveis na apuração do caso”.

Fonte: G1-PE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *