segunda-feira, abril 22, 2019
Home > Política > Eduardo minimiza boa aprovação do governo Dilma e diz que `ninguém pode cantar vitória antes da hora`

Eduardo minimiza boa aprovação do governo Dilma e diz que `ninguém pode cantar vitória antes da hora`

Provável candidato a presidente em 2014, o governador Eduardo Campos (PSB) subestimou a alta de cinco pontos percentuais na aprovação da presidente Dilma Rousseff (PT) no Nordeste. De acordo com uma pesquisa divulgada nesta terça-feira (19) pela CNI/Ibope, a aprovação da petista aumentou de 80% (em dezembro do ano passado) para 85%. Para o socialista, a sondagem “demonstra o que sempre demonstrou”.

“Não há alteração nas pesquisas. Em um momento como este [crise financeira] é importante que os governos tenham a confiança das pessoas para dar conta dos desafios que estão por aí”, avaliou, em entrevista à imprensa durante o lançamento da revista Gestão Pública PE. Eduardo vem aumentando o tom das críticas que faz ao governo federal desde o fim das eleições municipais de outubro, chegando a dizer que “dá para fazer mais” do que Dilma, em palestra para empresários em São Paulo.

Questionado se, na sua opinião, há espaço para “uma outra candidatura” em meio à alta aprovação da presidente, Eduardo foi categórico: “se vai haver espaço ou não só vamos saber quando 2014 chegar. Vocês viram previsões sendo feitas às vezes contra. Por exemplo, eu ouvi gente dizer que Lula não se elegeria. Eu ouvi gente dizer que Dilma era inelegível. A história das eleições nos indicam que nestes casos é importante ter tranquilidade para ninguém cantar vitória antes da hora nem ninguém chorar derrota antes da hora”. Com informações do Blog do Jamildo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *