quarta-feira, dezembro 19, 2018
Home > Olinda > Buracos se multiplicam na PE-15

Buracos se multiplicam na PE-15

Com 12 quilômetros de extensão, a PE-15 é uma importante rodovia que corta a área norte da Região Metropolitana do Recife. É o caminho de muitos que saem de cidades como Abreu e Lima e Paulista com destino ao Recife, mas é no trecho correspondente em Olinda que motoristas e pedestres enfrentam maiores problemas. Além da grande quantidade de buracos na rodovia, há lixo e animais soltos.

A PE-15 ainda é um significativo corredor de ônibus. São dois terminais de passageiros: O TI PE-15, em Olinda e o Pelópidas Silveira, em Paulista. Ao todo, a rodovia vai do Complexo de Salgadinho até o limite entre as cidades de Paulista e Abreu e Lima, no Grande Recife.

No bairro do Bultrins, mal dá para ver a ciclovia, que mais parece parte da calçada. Os ciclistas se arriscam para desviar dos carros e buracos. “É arriscado demais. Quando chove é que o risco aumenta mesmo. Alaga e a gente não vê o buraco”, conta o pintor Leonardo José da Silva.

Em Ouro Preto, a população precisa conviver com a quantidade de buracos. Há lugares que o buraco pista já invadiu a calçada. O jeito que os moradores encontraram para evitar acidentes é improvisar uma sinalização com palhas de coqueiro. “Isso faz muito tempo que está assim. Fizeram só um paliativo, mas depois começou nessa parte da parada de ônibus”, reclama a artesã Taynara Melissa da Silva.

FAIXA DE ÔNIBUS

O problema se repete em vários pontos da PE-15. O mais crítico fica na faixa exclusiva de ônibus. Os motoristas, por sua vez, até tentam, mas reclamam que é difícil desviar de tantos buracos.

“Eu já estourei dois amortecedores aqui. Eu também sou usuário do transporte público porque nem sempre posso sair com meu veículo por conta da gasolina, até porque o combustível está caro. Quando eu saio, enfrento uma buraqueira dessa. Eu tive que abrir passagem para o ônibus passar. Isso atrapalho muito o trânsito”, comenta o funcionário público Sandro Alves.

A reportagem do NETV 1ª Edição acompanhou a viagem do BRT que faz a linha Paulista/Prefeitura do Recife. A viagem que deveria ser mais rápida por conta da faixa exclusiva não tem um ganho de tempo muito diferente dos demais veículos. Isso porque, devido aos buracos, os motoristas precisam parar e dar a vez para o coletivo que vem no sentido contrário.

“Olha os tamanhos dos buracos. Preciso manobrar para não rasgar o pneu. Tenho que fazer isso para tentar passar melhor. Tem que um ônibus parar para o outro passar. Eu dou seis viagens por dia aqui e é sempre esse sufoco”, diz o motorista Uciel Raimundo.

RESPOSTAS

Em nota, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) informou que por conta da chuva não consegue fazer as obras de intervenção na PE-15. O órgão ainda ressalta que aguarda o fim do período chuvoso para iniciar os serviços de conservação na via. A ação vai contemplar a “Operação Tapa-Buraco” e capinação.

Sobre o lixo encontrada pela reportagem na rodovia, a Prefeitura de Olinda, disse, por meio de nota, que o caminhão da coleta passa todos os dias pelo local. Entretanto, enviará uma equipe para averiguar a denúncia e tomar as medidas cabíveis. Sobre os animais soltos, a administração municipal disse que vai implantar um convênio para recolher os animais para um lugar adequado, onde serão tratados e disponibilizados para adoção.

Fonte e fotos: G1-PE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *