domingo, setembro 23, 2018
Home > Destaque > Suspeito de cometer latrocínio em Itamaracá é preso em Paulista

Suspeito de cometer latrocínio em Itamaracá é preso em Paulista

O suspeito de cometer um latrocínio na Ilha de Itamaracá, Litoral Norte de Pernambuco, foi preso em Paulista, Região Metropolitana do Recife. O crime aconteceu na madrugada do dia 4 de novembro de 2017. A vítima estaria com R$ 850 que foram roubados pelo suspeito.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito Leandson Martins da Silva, de 25 anos, estava bebendo com a vítima em um bar. Ednaldo Alexandre dos Santos, que não conhecia o suspeito, estava muito bêbado e acabou informando que estava com a alta quantia de dinheiro no bolso. No final da noite, Ednaldo foi morto com pedradas na cabeça. Quando o crime aconteceu, peritos que estiveram na área informaram que o homem não teve chances de se defender.

Após a análise de imagens de câmeras de segurança e relatos de populares, o suspeito logo foi identificado. Segundo a polícia, o mandado de prisão demorou a ser expedido porque faltavam provas concisas para prendê-lo. “Como não houve prisão em flagrante, precisávamos de provas robustas”, informou a delegada Natália de Souza.

Leandson foi preso no dia 8 de fevereiro em Paulista. A delegada ainda informou que o crime surpreendeu a polícia pela frieza do suspeito. “A vítima estava extremamente alcoolizada e o acusado se aproveitou disso. […] Ele podia ter subtraído a quantia sem ter matado a vítima”, comentou.

Nas imagens gravadas por uma câmera de segurança, é possível ver o suspeito arrastando a vítima, que estava bastante alcoolizada, e dando pedradas em sua cabeça. O homem desaparece do campo de visão da câmera e volta pelo menos duas vezes para continuar apedrejando Ednaldo.

De acordo com a polícia, o homem confessou o crime mas negou que tenha roubado o dinheiro. Leandson afirmou que discutiu com a vítima e acreditava que seria morto por ela. O suspeito foi encaminhado ao Cotel e está à disposição da Justiça.

O crime

O homem foi assassinado na Ilha de Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife, na madrugada de 3 de novembro. A vítima identificada como Ednaldo Alexandre dos Santos, de 40 anos, foi morto a pedradas.

O crime aconteceu por volta da 1h na Rua Araras, no bairro Forno da Cal. A rua é cercada por casas de veraneio e dá acesso à praia. De acordo com testemunhas, o homem foi visto bebendo antes de ser encontrado morto. Ao lado do corpo, os peritos do Instituto de Criminalística (IC) encontraram as pedras que podem ter vitimado o homem.

Foto: Reprodução/Polícia Civil
Fonte: JC Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *