sexta-feira, abril 19, 2019
Home > Educação > Servidores municipais do Paulista decretam greve por tempo indeterminado a partir de quinta

Servidores municipais do Paulista decretam greve por tempo indeterminado a partir de quinta

Depois de quase três horas de assembleia geral, os servidores municipais do Paulista aprovaram na manhã desta segunda-feira (26), por ampla maioria a proposta de greve geral por tempo indeterminado, a partir da próxima quinta-feira (26). A categoria acusou a Prefeitura do Paulista de fazer descaso em relação ao processo de negociação da Campanha Salarial de 2011.

O presidente do Sindicato dos Servidores Municipais do Paulista (Sinsempa), Genivaldo Ribeiro (Pezão) reclamou que há 45 dias, as negociações não avançaram por falta de compromisso e de interesse da gestão municipal. Vários ofícios foram entregues ao chefe de Gabinete, Gilberto Lopes Filho, mas as respostas são sempre evasivas. Além disso, enfatizou que até o momento, o município só ofereceu 5% de reajuste salarial e não avançou nas negociações da pauta de reivindicações. “Onde está o prefeito Yves Ribeiro que nunca atende à Comissão de Negociação? Só vive viajando. Chega de descaso e indiferença! Os servidores merecem respeito”, assinalou. 

De acordo Genivaldo Ribeiro, entre as principais reivindicações estão a entrega de notebooks para facilitar o trabalho dos professores, reajuste salarial por categoria, revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) dos servidores da saúde e, ainda, aumento do piso salarial das enfermeiras de nível superior, passando de R$ 1,2 mil para R$ 2 mil. 

A partir do dia 26 de maio, serão paralisados os setores de educação, saúde, limpezaa urbana, administração, guardas municipais, agentes de trânsito, entre outros. Nesse mesmo dia, haverá concentração, às 08h, no Centro de Atividades e Eventos do SINSEMPA, rua do Riachuelo, 1644 – bairro do Nobre/Paulista. 

Do Blog do Jamildo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *