sexta-feira, junho 22, 2018
Home > Destaque > Resumo do Plenário: parlamentares analisam prisão do ex-presidente Lula

Resumo do Plenário: parlamentares analisam prisão do ex-presidente Lula

A situação política do Brasil foi o tema que concentrou as discussões na Reunião Plenária dessa segunda. A deputada Priscila Krause, do Democratas, repercutiu a prisão do ex-presidente Lula ao abordar o artigo “Lula e o xadrez”, escrito pelo ex-governador Gustavo Krause, que faz uma análise do atual quadro político.  “O cenário político tem mais de 50 tons de cinza: difícil enxergar um palmo diante do nariz, a imprevisibilidade é a regra e a radicalização é uma ameaça que fertiliza os espaços extremos à direita e à esquerda. Revela um País dividido e, por consequência, reduz as possibilidades do diálogo em busca da solidez dos consensos.”

O deputado Edilson Silva registrou a resolução da Executiva Nacional do partido que ocupa, o PSOL, de considerar o ex-presidente Lula “preso político”. Segundo nota da presidência da legenda, a decisão do juiz Sérgio Moro é “parte da trama sinistra que busca inviabilizar a candidatura de Lula e calar as vozes que denunciam o golpe parlamentar que impôs dezenas de retrocessos ao povo brasileiro”. Edilson Silva cobrou punição para autoridades com foro privilegiado. “Para que haja um equilíbrio e a gente encontre uma Justiça que possa tratar todos realmente de forma igual. Para que aqueles mais pobres possam ter direito a fazer recurso até última instância porque hoje esses sequer conseguem ser julgados em segunda instância. Mas quero também que aqueles que utilizam dos privilégios do foro privilegiado, da protelação que afronta a República, também sejam julgados com celeridade.”

A incorporação do medicamento Trastuzumabe na lista de drogas fornecidas pelo Sistema Único de Saúde foi comemorada pela deputada Socorro Pimentel, do PSL. Ela fez apelo ao Governo do Estado pela garantia do estoque do remédio, que é usado contra o câncer de mama. “A providência trouxe alegria, esperança e reflexão  aos pacientes e oncologistas brasileiros. A estimativa é de que a oferta do medicamento evite a morte de seiscentas pessoas com câncer de mama até o final do ano.”

A falta de água para irrigação em Ibimirim, no Sertão do Moxotó, pautou o discurso de Rodrigo Novaes, do PSD. O parlamentar cobrou a perenização do Açude Poço da Cruz,  o maior de Pernambuco. O deputado também defendeu a realização de obras hídricas de pequeno porte para que o reservatório receba água da transposição do Rio São Francisco. “Esse é o grande clamor. E o que me angustia é justamente enxergar a importância que se tem de termos a água da transposição na barragem Poço da Cruz, e a gente não ter ainda essa água justamente por conta de obras pequenas de construção de passagens molhadas na região.”

Ainda na reunião dessa segunda, Rodrigo Novaes fez saudação a Nilton Mota, do PSB, e Alberto Feitosa, do Solidariedade, que retomaram o mandato na Assembleia. Os parlamentares substituem Terezinha Nunes, do PSDB, e Gustavo Negromonte, do PMDB, que estavam na Alepe como suplentes desde janeiro de 2017, quando Mota e Feitosa se licenciaram para assumir cargos no Governo do Estado e na Prefeitura do Recife, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *