domingo, abril 21, 2019
Home > Carnaval > Paulista reduziu em cerca de 60% os gastos com o carnaval

Paulista reduziu em cerca de 60% os gastos com o carnaval

A Prefeitura de Paulista tomou uma série de medidas para enxugar os gastos com o Carnaval. Entre elas, ideias criativas como a utilização de matérias reciclados na decoração e parcerias com os governos estadual e federal. A gestão conseguiu reduzir em 60% o investimento na festividade em relação a 2014. No ano passado, foram investidos cerca de R$ 1,4 milhão pela administração municipal. Este ano, a situação é diferente. Foram aplicados apenas R$ 650 mil.

“A forte recessão na economia nacional tem penalizado vários municípios brasileiros”, justificou.

A cidade foi ornamentada com material reaproveitado nas principais vias de circulação, além da sede da prefeitura, a Praça dos Ipês – ao lado do TI Pelópidas Silveira – e o polo de folia em Pau Amarelo.

A população participou ativamente tanto da coleta de materiais reaproveitáveis – garrafas PETs, Cds, embalagens, entre outros – quanto da oficina de produção da ornamentação. Para se ter uma ideia, só com decoração, foi investido cerca de R$ 70 mil em 2014. Este ano o custo foi praticamente zero.

O secretário de Turismo e Cultura do Paulista, Rafael Siqueira, explica que o cancelamento da festa não seria justo com os foliões que esperam 365 dias pela folia de momo.

“Através de parcerias com o governo federal e estadual investimos na criatividade para diminuir os custos da festividade. Mobilizamos a comunidade e conseguimos arrecadar o máximo de materiais possíveis para usar na decoração, o que serviu para a construção de bonecos, estandartes e adereços”, destacou.

O Governo Federal investiu R$ 560 mil no município para contratação de bandas e artistas. Além disso, o Governo do Estado também investiu pesado na contratação das atrações nacionais (O Rappa, Fafá de Belém, Margareth Menezes, Jammil e Banda Mel, entre outras), através da Empetur. Já as bandas e artistas locais receberam investimentos da Fundarpe.

“Apesar da redução, o nosso Carnaval continuará com a mesma animação e irreverência dos anos anteriores, além de criativo e cheio de novidades”, afirmou Rafael Siqueira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *