sábado, Fevereiro 24, 2018
Home > Educação > Não Veja, mas Olhe

Não Veja, mas Olhe

Sobre a matéria “publicada” pela revista Veja, que aponta Paulista como a campeã na geração de empregos no país é possível apontar algumas inverdades ou meia verdades. Não entraremos no mérito da discussão daqueles que apontam ou acusam a referida matéria de ter sido paga, ou coisa do tipo, feito algumas premiações que alguns gestores tem recebendo ultimamente; vamos ter respeito e boa fé pela coisa pública. Mas vejamos:

– Paulista não é um município, e sim uma cidade (não há zona rural), e nem é do interior, mas da RMR, o que prova que a própria chamada da matéria está errada;

– Onde estão os cursos profissionalizantes promovidos e ofertados gratuitamente pela Prefeitura?  Conheço apenas os cursos pagos, por uma Faculdade, SESC e SENAI;

– Se a mesma edição da revista aponta a educação em Paulista como a 5ª pior do Brasil, como conjugar geração de emprego e renda com ações da Secretaria de Educação, estampada em outdoors pela cidade toda? onde estão as ações e programas de qualificação profissional?

– Ainda que seja verdade que Paulista tenha gerado tanto emprego assim nos últimos anos, ao ponto de ser campeã nacional, uma pesquisa séria, seria capaz de demonstrar que a maioria dos empregos foram ocupados por moradores de outras cidades, o que demonstra que apesar dos bons indicadores como o IDH, Paulista tem tido um desempenho fraco no IDEB (Índice de Desempenho da Educação Básica), pior que Igarassu e Itapissuma, apesar do bom nível de escolaridade. Na verdade, as ações de desenvolvimento econômico e social, promovido pelos governos federal e estadual, não tem tido o mesmo acompanhamento por parte do poder local, por completa ausência de políticas públicas de qualificação para o mercado de trabalho. O que se tenta agora passar para a população, através de uma intensa ação de propaganda e marketing político com fins eleitorais, nada mais é que uma tentativa de se surfar nas ondas das ações dos outros, o que digamos, é muito mais conveniente.

 



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *