terça-feira, novembro 20, 2018
Home > Destaque > Motorista de Uber é feito refém por passageiro em Igarassu

Motorista de Uber é feito refém por passageiro em Igarassu

Achando que faria mais uma corrida rotineira, um motorista do aplicativo de transporte privado Uber foi surpreendido por um passageiro. Ele foi vítima de uma tentativa de assalto e feito refém pelo homem na BR 101, em Igarassu. De acordo com a vítima, que preferiu não se identificar, a corrida foi iniciada no Marco Zero, Bairro do Recife, e tinha como destino final a cidade de Igarassu. Durante o trajeto, na altura da Praia de Mangue Seco, o passageiro anunciou o assalto.

“Eu vim andando normal com ele e conversando. Ele começou a perguntar se eu era casado, solteiro, evangélico, de quem era o carro… Eu sempre respondendo, mas percebi que ele estava perguntando demais e vi que teria algo de errado”, relatou o motorista. Ao anunciar o assalto e ordenar que ele retornasse no sentido município de Paulista, o suspeito colocou a revólver na cabeça do condutor e disse que ele iria morrer e não veria mais os filhos.

A vítima foi obrigada a continuar dirigindo e precisou furar uma blitz de rotina em Igarassu. “O policial deu um tiro no pneu para ser a velocidade do carro diminuía, mas mesmo assim o assaltante não quis que eu parasse. Fiquei andando a 120 km/h na BR e com o pneu estourado”, contou, assustado.

Já na altura do bairro da Guabiraba, na Zona Norte do Recife, o carro foi interceptado pela polícia. Com um tiro no pneu dianteiro, o veículo parou, momento em que o suspeito atirou na viatura da polícia e aproveitou para fugir. Ele atravessou a via, mesmo movimentada, e se escondeu em um matagal. De acordo com a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), o homem acabou conseguindo escapar e ainda não foi localizado.

O carro da vítima foi encaminhado para a Delegacia de Paulista, local em que a ocorrência foi registrada. A viatura da Polícia Militar atingida durante a troca de tiros com o suspeito também foi levada para a delegacia. Dois disparos atingiram o para-brisa do veículo na altura da cabeça do carona, mas ninguém ficou ferido. Além dos automóveis, também foram apreendidos pela polícia um simulacro de arma de fogo, um distintivo da Polícia Civil e uma mochila, itens deixados pelo suspeito no carro do motorista.

Fonte: OP9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *