quarta-feira, Maio 23, 2018
Home > Eleições 2018 > João Paulo: Chego no PCdoB para ser um militante!

João Paulo: Chego no PCdoB para ser um militante!

Um ato marcado pela solidariedade ao ex-presidente Lula e por muito afeto por parte da militância comunista marcou a filiação do ex-deputado e ex-prefeito do Recife, João Paulo Lima, no PCdoB. “Foi uma decisão difícil para mim nesse momento que estamos vivendo, mas acho que posso contribuir mais com a luta do povo, de Lula e do PT estando no PCdoB”, comentou João Paulo lembrando os momentos que caminhou lado a lado com o PCdoB ao longo de sua vida política.

De origem humilde – filho do cobrador de ônibus Manoel Messias de Lima e Silva e da dona de casa Maria de Lourdes Lima e Silva, ambos já falecidos – o ex-metalúrgico pernambucano é dono de grande carisma e uma referência de liderança popular em Pernambuco. “Temos alegria de receber em nossos quadros um dos militantes mais expressivos da esquerda brasileira. Por sua história de luta e militância não tenho dúvida em dizer que você é a liderança política popular mais importante de Pernambuco”, saudou Renildo Calheiros, ex-prefeito de Olinda, na condução do ato que aconteceu na manhã desta sexta-feira (6), na sede estadual do PCdoB em Recife.

“Existe aqui uma junção de respeito e admiração pela sua trajetória política e pela sua incontestável vida dedicada à causa do povo. Você não é uma figura que pertencia só ao PT, você pertence ao povo, à luta democrática e sempre cumpriu de maneira exemplar todos os desafios que lhe foram postos brilhantemente, superando as expectativas. Um cidadão da luta política precisa estar sempre calcado por novos desafios e novas circunstâncias”, completou a deputada federal Luciana Santos, presidente nacional do PCdoB.

Solidariedade e luta

“Filia-se ao partido um dos meus melhores amigos e as amizades construídas na luta são sólidas, tatuam nas almas da gente a amizade, a confiança e o compromisso comum com a luta do povo”,  iniciou Luciano Siqueira, vice-prefeito do Recife, que foi vice-prefeito de João Paulo nos seus dois mandatos à frente da Prefeitura do Recife. “João Paulo é recebido por todos nós com a confiança de que nos reforça para a luta comum, para unir as forcas do campo popular democrático progressista, para resistir em defesa da democracia por um novo rumo para o país e reforça a solidariedade do PCdoB com PT nessa hora tão difícil”, disse.

Em sua saudação, a deputada Luciana Santos também destacou a data pelo simbolismo desta sexta-feira na conjuntura nacional, relacionando que as características de resistência e luta necessárias ao povo brasileiro nesse dia são características inatas de João Paulo. “Estamos diante de mais uma etapa do golpe de Estado que sofremos há dois anos, com o impeachment fraudulento da presidenta Dilma, legitimamente eleita pelo povo. Hoje o conluio golpista quer prender o maior líder popular da América Latina sem provas e fora de qualquer padrão de processo legal – explicou – Estamos todos solidários, a postos para fazer o enfrentamento necessário no grave momento que estamos vivendo”.

Para João Paulo, o momento lembra o período da ditadura militar e evoca resistência. “Precisamos fazer a defesa intransigente de Lula, do que ele fez pelo país”. Ele refletiu sobre o papel do programa Bolsa Família na vida das pessoas mais humildes e as mudanças sociais que aconteceram a partir da política de inclusão social implantada no Governo Lula, e sobre o processo “devastador” de retirada de direitos e de entrega do patrimônio público que está em curso.

“O momento exige de nós muita paciência e estratégia, mas acima de tudo exige muita unidade. A nossa unidade nesse momento é fundamental para que a gente possa avançar. Com muita alegria que chego e quero do fundo do coração contribuir para que possamos ver acima de tudo o povo feliz, ter a liberdade de Lula, garantir a eleição. Vamos pra luta!”, declarou João Paulo.

Trajetória popular

João Paulo Lima e Silva é economista. Iniciou sua militância, ainda na ditadura, nos movimentos juvenis como a Juventude Operária Católica (JOC), e posteriormente, na Ação Católica Operária (ACO). Operário metalúrgico se engajou no movimento sindical, foi presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Pernambuco, que, na época, chegou a contar com 10 mil filiados e se tornou o primeiro presidente da Central Única de Trabalhadores no estado (1988), além de ser um dos fundadores da CUT nacional.

João Paulo foi prefeito de Recife por dois mandatos, em 2000 e 2004. Foi vereador pelo Partido dos Trabalhadores (PT), no mesmo ano. Foi deputado estadual por três mandatos (1990 – 1998), sendo o deputado mais votado de Pernambuco em duas dessas eleições; e deputado federal de 2010 até janeiro de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *