terça-feira, agosto 14, 2018
Home > Denúncias > Incompletas, obras de corredor de ônibus atrapalham trânsito na PE-15

Incompletas, obras de corredor de ônibus atrapalham trânsito na PE-15

As obras em um corredor exclusivo para ônibus, que deveriam ajudar a desafogar o trânsito na PE-15, estão paradas desde novembro do ano passado. Há quase dois anos, os 50 mil veículos que trafegam pelo local, diariamente, sofrem com os engarrafamentos e com a sinalização improvisada na movimentada rodovia, que dá acesso aos municípios de Olinda e Paulista, na Região Metropolitana do Recife.

Por três vezes, o NETV mostrou a demora no término da construção do corredor para ônibus. A equipe de reportagem flagrou materiais quebrados e espalhados no chão. No mês de março, a placa informava que as obras deveriam terminar em novembro do ano passado. “Infelizmente, o trabalho é lento e prejudica os motoristas. Às vezes, passamos 20 minutos para contornar em horário de pico”, conta o vendedor José Ubiratan da Silva.

A Secretaria Estadual das Cidades afirma que o atraso foi por causa da superposição de dois projetos ligados à própria Secretaria. Depois que o corredor exclusivo da Avenida Pan-nordestina começou a ser construído, foi aprovada uma obra mais ampla, a do Corredor Norte-Sul – que vai passar pela PE-15 até a Estação Central do Metrô. Isso teria exigido mudanças no que estava previsto para esse trecho da via.

De acordo com a secretária-executiva de Cidades, Juliana de Souza Leão, a obra está em andamento e deve ser entregue até o final do ano. “Estamos adequando um projeto ao outro. Só faltam 250 metros para o serviço do corredor de ônibus ser concluído. Falta drenagem, pavimentação e duas baias de paradas de ônibus. A obra ficará pronta até o dia 30 de dezembro”, garante a secretária.

Viaduto de Salgadinho
Ligado à Avenida Pan-nordestina, o viaduto do Complexo de Salgadinho também está inacabado. A rua lateral não ficou pronta e a sinalização das pistas não foi pintada – as faixas são divididas por blocos de concreto. Motoristas reclamam do desgaste dos veículos e do desconforto quando as rodas passam nos pontos de junção da pista. “O carro pula muito. É desconfortável, até para os passageiros. É como se fossem lombadas”, opina o motorista de ônibus Dílson Silvino.

Com relação ao viaduto do Complexo de Salgadinho, a Secretaria de Transportes informou que as obras de iluminação, drenagem, recapeamento nas alças laterais e implantação das juntas de dilatação deverão ser concluídas no próximo mês.

Do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *