Igarassu recebe novo grupo de refugiados venezuelanos

Grupo é composto por 11 adultos e duas crianças, totalizando sete famílias

Pernambuco recebeu um novo grupo de venezuelanos. Os imigrantes vieram de Pacaraíma, em Roraima, num total de 13 pessoas, e desembarcaram na Base Aérea do Recife. Parte do grupo é solicitante de refúgio e a outra metade de residentes temporários, e vão ficar hospedados em residências disponibilizadas pela Cáritas, aqui no Recife.

A articulação e o acompanhamento da vinda desses grupos é feita pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, através da Executiva de Assistência Social. O grupo é composto por 11 adultos e duas crianças, totalizando sete famílias.

A partir da instalação delas nas residências, a Cáritas inicia a avaliação das necessidades para articular os encaminhamentos para escolas, atendimento de saúde e postos de trabalho. Segundo o secretário executivo de Assistência Social de Pernambuco, Joelson Rodrigues, o grupo que chegou já está regularizado no país.

“Tem a primeira barreira da língua, mas essa barreira da língua, pelos menos aqui, os que chegam em Pernambuco, já superaram os primeiros passos, porque, em geral eles já estavam há algum tempo em Roraima, no Brasil há alguns meses. Então eles já vêm com carteira de trabalho assinada, documentação relativamente regularizada, em condições já da empregabilidade”, afirmou.

A vinda dos venezuelanos para Pernambuco faz parte do Plano de interiorização do Governo brasileiro, organizado pelo Comitê Nacional para Refugiados e operacionalizado pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados. Segundo Joelson Rodrigues, a parceria com os estados brasileiros é feita diretamente com as instituições, sejam elas públicas ou privadas.

“O governo federal está procurando instituições, algumas públicas, mas sobretudo instituições privadas, que é o caso aqui de Pernambuco, à procura de vagas para esse acolhimento. Então, no caso de Pernambuco, há procura diretamente nas instituições, sabendo da disponibilidade delas de estarem recebendo os venezuelanos e os acolhendo.”

Pernambuco conta agora com 230 imigrantes venezuelanos, dos quais, 87 estão no Recife, 112 em Igarassu e 31 em Carpina.

Fonte: Rádio Jornal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *