sexta-feira, agosto 17, 2018
Home > Alepe > Ideologia de gênero nas escolas movimenta discussão na Alepe

Ideologia de gênero nas escolas movimenta discussão na Alepe

Um apelo do deputado Pastor Cleiton Collins, do PP, contra a abordagem da ideologia de gênero nas escolas gerou debate em Plenário, nessa terça. O conceito, definido por alguns teóricos, defende que ninguém nasce homem ou mulher, e que a identidade de gênero é uma construção cultural.

A deputada Teresa Leitão, do PT, considerou precipitado o envio do apelo ao Ministério da Educação, pedindo a retirada de expressões relacionadas ao conceito da Base Nacional Curricular das escolas. “Se a Assembleia Legislativa aprovar essa indicação ela vai atropelar um debate com uma posição destacada do contexto. A resolução está propondo a gente pensar uma expressão que, a critério, a gente não sabe de quem, vai dizer que pode vir a ter relação com uma temática que ainda está em debate, que é a ideologia de gênero.”

Segundo o Pastor Cleiton Collins, a ideologia de gênero afronta as famílias. Para ele, esse debate é menos sobre política e mais sobre a defesa da infância. “Hoje está sendo colocado em várias casas legislativas esse apelo, apenas um apelo ao ministro da Educação no sentido de retirar a expressão da base curricular, a expressão ideologia de gênero. Acho que isso aí vai tranquilizar bastante a família brasileira que espera, sim, uma resposta dessa Casa.”

Apesar de não ter sido votada por falta de quórum, a indicação do Pastor Cleiton Collins foi discutida por vários deputados. Edilson Silva, do PSOL, considerou precipitada a sugestão de mudança na Base Curricular Nacional, mesma opinião de Sílvio Costa Filho, do PRB. Priscila Krause, do Democratas, argumentou que é preciso aprofundar a discussão sobre o conceito. Já Terezinha Nunes, do PSDB, afirmou que o debate sobre a indicação é inócuo, uma vez a ideologia sequer faz parte da base curricular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *