quarta-feira, agosto 15, 2018
Home > Copa do Mundo > Governo dá prazo até dezembro para que obras da Copa saiam do papel

Governo dá prazo até dezembro para que obras da Copa saiam do papel


Ascidades-sede da Copa do Mundo de 2014 têm até dezembro para tirar do papel asobras de mobilidade planejadas para o evento. Os governos estaduais emunicipais que não cumprirem esse prazo estipulado pelo governo federal paraque publiquem os editais não serão contempladas pelo programa de financiamentodestinado ao evento, o chamado PAC da Copa.

De acordo com o governo, as obras cujos editais forem publicados depois dedezembro só poderão ser contempladas com recursos do chamado PAC da Mobilidade.A informação foi repassada nesta terça-feira (31) aos governadores e prefeitosde cidades sede, em reunião com a presidente Dilma Rousseff no Palácio doPlanalto, em Brasília.

Em Pernambuco, são 78 iniciativas que compõem as obras, ações e programasvoltados para a realização do Mundial, entre eles os corredores Norte-Sul eLeste-Oeste, o Ramal da Copa e o Terminal Integrado de Cosme e Damião. Oinvestimento somado chega a R$ 968 milhões. O governador Eduardo Camposentregou um relatório de 74 páginas com o monitoramento de todas as ações emandamento e planejadas para o Estado até 2014 e, de acordo com a assessoria deimprensa, Pernambuco está em dia para o Governo Federal.

O governadordo Estado ressaltou no encontro que o maior entrave para as obras de mobilidadeainda é a questão das desapropriações. Diante disso, os prefeitos egovernadores pediram à presidenta que estude uma forma de acelerar o processode desapropriações. “A lei que rege as desapropriações é de 1940,regulamentada por um decreto de 1970”, disse. De acordo com o gestor, apresidente ficou de analisar o pedido apresentado pelos gestores, junto com osministros, e deve anunciar nos próximos dias um novo decreto com regras paradesapropriações de moradias.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *