domingo, agosto 19, 2018
Home > Goiana > Goiana está cheia de pré-candidatos

Goiana está cheia de pré-candidatos

Embora o deputado estadual Aluísio Lessa (PSB) tenha transferido recentemente o título para o município de Goiana e venha participando ativamente das negociações referentes aos novos empreendimentos que estão chegando na cidade, a exemplo da fábrica da Fiat e do Magazine Luíza, o que se comenta no município é que o nome do socialista não teve boa aceitação para o pleito, apesar de ter sido adotado como o candidato do prefeito Henrique Fenelon (PCdoB). Diante desse cenário, a sigla cogita a indicação do vereador Carlos de Joca (PSB) para governar a “menina dos olhos” do governador Eduardo Campos, já que a cidade sediará a instalação dos polos Farmacoquímico e Automobilístico. Apesar das indefinições para as próximas disputas eleitorais no Estado, já estão sendo traçados planos para 2012. 

“O PSB decidiu ter candidatura própria para a Prefeitura e, naturalmente, estamos estimulando o nome de Carlos de Joca, que está no partido desde 1989 e já tem quatro anos de mandato na Câmara de Vereadores. Mas o partido analisa outros possíveis candidatos, como o do ex-prefeito Edval Soares, dos vereadores Professor Arnaldo e Ana Silveira e do ex-vice prefeito Marcílio Régis, todos filiados ao PSB”, revelou Lessa. Por outro lado, a Câmara Municipal se articula para lançar candidatura própria. De acordo com o vereador Rubens Belarmino (PRP), na próxima terça-feira, devem ser escolhidos dois nomes.

“Os vereadores estão se reunindo com o ex-prefeito Edval Soares, Marcílio Régis e Juca Viana (PHS) para discutir essa questão. Na Casa, postulam a pré-candidatura Carlos de Joca (PSB), Carlos Viegas Júnior (PDT) e João Bosco (PSC). A tendência é eleger dois desses nomes para, em seguida, encomendar pesquisa e levar para o aval do governador. Se for apresentado um outro nome, o pensamento do grupo de lançar candidatura própria deve se manter e, com isso, o nome viria do PDT ou do PHS. Mas tudo isso será conversado”, disse Belarmino.

O ex-prefeito Edval Soares confirmou que está à disposição, mas caso o PSB opte por outro nome terá seu apoio. “Não quero forçar a barra. Apoio quem o partido indicar”, enfatizou. Só acho que essa indicação tem que ser muito bem pensada, porque, depois de 400 anos, Goiana começa a ter excelentes expectativas de desenvolvimento, e o gestor deve estar à altura e não pegar qualquer nome para não correr o risco de trocar seis por meia dúzia. Goiana precisa de um administrador e não de um simples político”, declarou.

Da Folha-PE 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *