segunda-feira, Fevereiro 19, 2018
Home > Pernambuco > Estouramentos de tubulações devem diminuir nos próximos 15 dias, diz Compesa

Estouramentos de tubulações devem diminuir nos próximos 15 dias, diz Compesa

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) acredita que a quantidade de vazamentos na rede distribuidora vai voltar aos padrões normais nos próximos 15 dias. Desde o último dia 20, quando a empresa começou os testes para a terceira e última fase do Sistema Pirapama, o número de estouros na tubulação cresceu substancialmente, apesar de a companhia afirmar que tal fenômeno já era esperado. Desde então, 600 vazamentos foram registrados. No Recife, Boa Viagem e Imbiribeira, na Zona Sul, foram os bairros mais afetados.

Na última terça-feira, a central da Compesa registrou o maior número de reclamações de consumidores. Foram 229, quando a média é de 100 a 130 queixas diárias. “Vazamentos sempre vão ocorrer. É inerente ao setor de saneamento. Mas acreditamos que a situação vai voltar a normal. Pedimos que a população, que é nosso maior fiscal, continue nos avisando”, disse o presidente da Compesa, Roberto Tavares, em entrevista coletiva concedida no fim da tarde de ontem.

Tavares explicou que a companhia também registrou aumento de estouros quando os testes da primeira e segunda fase foram iniciados, no ano passado. “Nesta última etapa, verificamos que os estouros ocorreram em tubulações menores, o que é um bom sinal. Os grandes anéis suportaram a pressão”, afirmou o presidente da estatal.

Ao final da última etapa do Sistema Pirapama, a capacidade de produção será de cinco mil litros de água por segundo. Hoje, a capacidade está em 80% do total, exatamente 4.270 mil litros de água por segundo. Desde a segunda fase, a Compesa aumentou de 50 para 70 o número de equipes técnicas para resolver os vazamentos.

Até 2014, a estimativa é que R$ 400 milhões sejam investidos no sistema. “Deste total, R$ 50 milhões serão aplicados apenas no Ibura”, exemplificou Tavares. Para comunicar vazamentos, consumidor pode ligar para 0800-0810185.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *