sexta-feira, agosto 17, 2018
Home > Destaque > Em Congresso da UVP, Paulo Câmara critica falta de investimentos do governo federal

Em Congresso da UVP, Paulo Câmara critica falta de investimentos do governo federal

No dia em que o deputado federal Bruno Araújo (PSDB) foi oficializado pré-candidato ao Senado pela Frente “Pernambuco Vai Mudar”, encabeçada pelo senador Armando Monteiro Neto (PTB), pré-candidato ao Governo do Estado, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), criticou, neste sábado (28), a falta de investimentos do governo federal no Estado. O socialista, que é pré-candidato à reeleição, se reuniu com legisladores durante o Congresso da União de Vereadores de Pernambuco (UVP), que acontece em Gravatá, no Agreste.

Durante a sua fala, o governador antecipou o tom que deverá adotar na campanha, criticando as iniciativas do governo federal, já que o palanque do opositor Armando Monteiro Neto tem dois nomes que integraram o Executivo comandado pelo presidente Michel Temer (MDB): Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM), ex-ministros das Cidades e da Educação, respectivamente.

Paulo Câmara falou da falta de compromisso do governo federal com o Nordeste, que impactou na piora de serviços públicos em outros Estados. “O Brasil pior do que está não vai ficar. A gente tem esperança de um Brasil melhor, com representantes legítimos que possam ter um olhar para o Nordeste. Para o desenvolvimento social, um olhar para frente. Isso nos motiva”, disse. Segundo o socialista, a sua gestão consolidou a economia de Pernambuco para o futuro.

Ao falar sobre os investimentos em infraestrutura no Estado, ele afirmou que obras como a Adutora do Agreste não tiveram recursos do governo federal em 2018. “Não tivemos um centavo este ano, mesmo assim estamos perto de colocar água para o povo do Agreste”, afirmou.

Paulo Câmara foi ao evento acompanhado do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), e de comitiva de vereadores do Recife formada por Aderaldo Pinto, Felipe Francismar, Aline Mariano, Natália de Menudo, Eduardo Marques, Maguari, Davi Muniz, Benjamim da Saúde, Marco de Bria, Chico Kiko, Michele Collins e irmã Aimée. Os deputados estaduais Eriberto Medeiros (PP), Cleiton Collins (PP), Zé Mauricio (PP), Waldemar Borges (PSB) e Nilton Mota (PSB) também acompanharam a atividade, assim como o presidente do PSB-PE, Sileno Guedes.

‘Turma de Temer’

Na última terça-feira (24), o PSB-PE emitiu uma nota criticando “a turma de Temer”. “A ‘turma do Temer’, liderada pelo senador Armando Monteiro, deveria olhar esse Governo Federal que eles defendem. Não nos causa surpresa esse conflito entre eles. Isso é resultado de quem constrói arranjos de partidos apenas para fins eleitorais. É um ajuntamento de siglas desconectado da realidade do povo”, colocou o PSB, em resposta a declarações da Frente das Oposições sobre o comando do Palácio do Campo das Princesas.

Fonte: Blog da Folha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *