Mobilização dos agentes de saúde ambiental e agentes comunitários de saúde da PCR

DSC_0017

O Programa Fala Povo parceiro do Blog Informe-PE, esteve com sua equipe de reportagem acompanhando a manifestação na última quinta-feira (07) na Sede da Prefeitura do Recife, entrevistando a Presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate as Endemias do Estado de Pernambuco  – SINDACSPE, sobre reivindicações já cobradas ao Gestor Municipal do Recife, Prefeito Geraldo Júlio (PSB), através do Secretário de Saúde o Sr..Jailson Correia.

Confira abaixo áudio da reportagem da mobilização:

Compartilhe essa notícia:

    No Grande Recife começam as campanhas de mobilização contra a exploração sexual

    PRF realiza ação nas rodovias federais para prevenção da exploração sexual infantil

    Dados da Polícia Federal apontam que a cada 8 minutos uma criança é violentada no Brasil. Para lutar contra este índice alarmante, diversos órgãos fazem campanha de mobilização nesta segunda-feira (18), Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

    O chefe de comunicação da Polícia Federal em Pernambuco, Giovani Santoro, ministra palestra sobre pedofilia na internet na Faculdade FAMA, no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife, das 10h30 às 11h30. O objetivo é orientar sobre a identificação de sinais de ataques através do comportamento das crianças e adolescentes, vigilância no acesso à internet e segurança sobre divulgação de informação nas redes.

    A atividade foi realizada, no ano passado, em 65 locais, alcançando mais de 9 mil pessoas, – entre pais, filhos, alunos e professores -, em escolas públicas e privadas, faculdades, clubes, associações, empresas e igrejas. Interessados nas palestras podem solicitar através do telefone (81) 2137.4076, de segunda a sexta, das 8h às 14h.

    No Cabo de Santo Agostinho, Grande Recife, uma caminhada parte às 14h da Praça do Jacaré, no Centro do município, com destino ao Pátio da Estação Ferroviária. O calendário da cidade para a mobilização ainda inclui panfletagem e palestras em escolas.

    Em Paulista, também na região metropolitana, haverá duas ações. A primeira é no Terminal Integrado Pelópidas Silveira, no Centro do município, a partir das 7h30, onde haverá uma panfletagem educativa. A segunda, às 18h30, será uma palestra na Escola Municipal Conego Costa Carvalho, em Maranguape I, envolvendo alunos, professores, pais e moradores do bairro.

    Segundo a PF, o Brasil está no 4º lugar no consumo de pedofilia no mundo, o que corresponde a 76%. Destes, 99% são homens entre 25 e 35 anos de idade. Entre 2013 e 2014, 500 pedófilos foram presos pela PF no Brasil. Os estados com maiores índices de denúncias são Brasília, Espírito Santo e Rondônia.

    Em Pernambuco, 76 inquéritos policiais foram instaurados e 11 operações contra a pedofilia foram deflagradas entre 2013 e 2014. Sete pessoas foram presas em flagrante e em 24 cidades foi detectado registro de pornografia infantil. Pelo menos 21 suspeitos continuam sendo investigados. Em 2015, duas operações foram deflagradas: a Cyberfox e a Alcateia Cibernética, em que foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão e um suspeito foi autuado em flagrante.

    RODOVIAS – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realiza ação na BR-101, no Cabo de Santo Agostinho. Profissionais irão abordar ônibus e caminhões, com o intuito de verificar se há ocorrência de tráfico de crianças e adolescentes para exploração sexual. Além da fiscalização, os policiais orientam sobre como identificar e denunciar crimes desta natureza. O ônibus do projeto Cinema Rodoviário, adaptado para a realização de palestras e exibição de vídeos educativos, será utilizado para repassar informações a motoristas e passageiros.

    Desde 2003, a PRF realiza a tarefa de mapear locais mais vulneráveis à exploração nas rodovias federais. O último levantamento apontou 1.969 pontos vulneráveis no País, como locais de descanso de motoristas, presença prostituição, ausência de segurança, falta de iluminação pública, dentre outros.

    Deste total, foram identificadas vítimas em 448 pontos, que eram 69% meninas, 22% transgêneros e 9% meninos. Além disso, em 428 pontos foram encontradas vítimas originárias de outra localidade, que também poderiam estar em situação de tráfico de pessoas. Segundo a polícia, nos últimos 10 anos, o projeto Mapear contribuiu para retirar mais de 4 mil crianças e adolescentes de situações de risco no Brasil.

    Motoristas que trafegarem por Suape até as 14h desta segunda encontrarão a blitz educativa Cidadania na Pista, que além do Movimento Maio Amarelo (em prol da redução de acidentes de trânsito), abordará a campanha de Combate à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. A ação, da Concessionária Rota do Atlântico, também oferece serviços gratuitos de saúde, como aferição de pressão arterial e teste de glicose, além de massagem laboral.

    SINAIS – Quando crianças ou adolescentes são vítimas de violência, costumam ficar retraídas, isoladas e arredias. Também podem apresentar queda no rendimento escolar e dificuldade na aprendizagem. Em casos de agressores na instituição de ensino, ficam sem querer ir às aulas. Já quando a violência ocorre em casa, a criança não quer ficar perto do parente. As vítimas também podem apresentar hematomas pelo corpo e dificuldades para se relacionar com homens, principais agressores. Denúncias podem ser feitas pelos números 100, (81) 3421-9595 e 190 (Polícia Militar). O anonimato é garantido.

    HISTÓRIA – O estupro e assassinato da menina Araceli, de 8 anos, no Espírito Santo em 18 de maio de 1973, foi o que motivou a criação da data de combate, por meio da Lei Federal nº. 9.970/2000. O corpo da criança foi encontrado seis dias depois dos crimes, e os agressores nunca foram punidos. A campanha da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República tem como lema “Faça bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes”.

    Compartilhe essa notícia:

      Evangélicos de olho em 2016

      Evangélicos de olho em 2016

      As principais cidades de Pernambuco, pode vir a ter vários candidatos da bancada evangélica, disputando a prefeitura desses municípios nas eleições do próximo ano. No meio de políticos ligados a bancada protestante, a uma união das denominações para eleger o maior número de prefeitos e vereadores no Estado.

      Os deputados assembleianos, Pastor Cleiton Collins (PP) e Anderson Ferreira (PR) são postulantes em Jaboatão dos Guararapes, a idéia é com várias candidaturas evangélicas, levar a eleição para o 2° turno para vencer o PSDB e PSB jaboatonense.

      Em Olinda, o PC do B, PSB, PMDB  e demais partidos postulantes da cidade das artes, sonham em uma composição para vice ou com o apoio dos pré-candidatos, do segmento,  o deputado e Bispo da Universal, Ossesio Silva (PRB) ou o deputado Professor Lúpercio (SDD), da Assembleia de Deus, por causa do expressivo número de crentes na cidade, com tantas candidaturas fora às dos parlamentares evangélicos, os olindenses devem contemplar também o 2° turno.

      Na capital Recife, surge a postulação do presidente estadual do PRB e ex-presidente da Rede Record do RJ, pastor Carlos Geraldo da Universal, uma verdadeira surpresa nas eleições de 2014, sem ser muito conhecido, teve quase 60 mil votos, ficando a frete de medalhões da política pernambucana, muitos acreditam na sua postulação para o executivo, para se tornar mais conhecido dos eleitores pernambucanos, mas outros acreditam que o pastor pode ser o vice de um dos partidos da oposição,  PTB, PT ou PSDB no Recife. O deputado assembleiano André Ferreira (PMDB), pode ser escolhido para vice na chapa do atual prefeito do PSB na Capital, para os socialistas conquistarem os evangélicos recifenses. Na cidade de Petrolina, o crente, ex-prefeito e deputado Odacy Amorim (PT) aparece como o franco favorito dos evangélicos petrolinenses, ele espera o apoio das principais igrejas para conquistar a majoritária.

      O deputado Joel da Harpa (PROS),  membro da Assembleia espera ter o apoio do Pastor Cleiton Collins e do Bispo Ossesio Silva, além dos demais amigos parlamentares da bancada, e de várias denominações para entrar na disputa pela prefeitura do Cabo de Santo Agostinho. Os crentes ipojucanos esperam e desejam a candidatura dos candidatos oficiais da lideranças da Assembleia de Deus, deputado estadual Presbítero Adalto Santos  (PSB) ou do deputado federal Pastor Eurico (PSB), para prefeitura da segunda cidade mais rica do estado, as outras denominações sinalizam com o pleito dos irmãos em Ipojuca.

      O que une o grupo é mesmo a frase “em defesa da família”. Talvez, apenas isso, mas não deixa de revelar o poder e ascensão do grupo. Na legislatura anterior na Alepe, os deputados da bancada eram apenas três. Detalhe: na eleição de 2014, dos 49 deputados estaduais eleitos, dos cinco mais votados, três foram evangélicos. Cleiton Collins conquistou a liderança geral, com 216.874 votos. Entre os representantes eleitos de Pernambuco para a Câmara dos Deputados, os evangélicos estão no meio dos mais votados com o deputado Pastor Eurico (PSB), com 233. 762 votos, sendo o segundo colocado geral e o deputado Anderson Ferreira (PR), com 150.565 votos, na quinta colocação dos eleitos.

      Apesar de inclinar para o mesmo pensamento em pautas tachadas como conservadoras, como a crítica ao aborto, ao casamento homossexual e até mesmo em temas que envolvam educação infantil e religiosa, abancada evangélica é tão distinta como qualquer outra.

      A forma como entraram na política também diverge. Alguns são escolhidos como candidatos oficiais de determinadas igrejas, como o Bispo Ossesio Silva (PRB), da Igreja Universal, mesmo com poucos anos no estado obteve quase 50 mil votos nas eleições de 2014 para o parlamento, e o presbítero Adalto Santos (PSB), da Assembleia de Deus, o segundo colocado para a Alepe, com 158. 874 votos. Alguns candidatos, dizem o meio político cristão, são apresentados à comunidade religiosa e possuem o direito de fazer campanha dentro das igrejas, inclusive antes ou depois dos cultos.

      A direção das principais denominações, tem o objetivo de eleger o maior número de vereadores e prefeitos, representando as igrejas, para não deixarem projetos contra o segmento evangélico serem aprovados.

      Compartilhe essa notícia:

        Briga familiar leva Vicente André Gomes à delegacia

        Vicente-André-Gomes

        O Presidente da Câmara dos Vereadores do Recife, Vicente André Gomes, foi acusado por agredir verbal e fisicamente, sua prima, a professora Maria Rosa Wavrik Gomes de Barros. O desentendimento aconteceu na manhã deste sábado (16), por causa de uma herança de um imóvel. Duas casas localizadas no bairro de Casa Amarela são o motivo da discórdia familiar.

        A herança foi deixada por Carmem André Gomes, tia de Vicente e de Maria Rosa, que morreu em julho de 2011. Desde então, existe uma disputa entre a família com o objetivo de posse da casa. Segundo Maria Rosa, o testamento foi contestado por Vicente André na justiça, mas foi decidido que ela tem a posse da casa, onde há uns quatro anos funcionava o Educandário São José, atualmente inativo. Entretanto, Vicente André Gomes afirma que a posse do imóvel ainda está em trâmite judicial e que não houve nenhuma decisão até o momento.

        Rosa

        Maria Rosa disse que foi ao imóvel para vender alguns pertences da família. “A casa foi passada em testamento para mim. Eles chegaram me agredindo verbalmente e depois partiram para agressão física me puxando e apertando meu pescoço”, disse, referindo-se aos primos Vicente André Gomes e Ricardo Leite.

        O presidente da Câmara nega a agressão. “Não agredi Maria Rosa, isso é uma tática para me prejudicar, já que sou uma figura pública, sou um médico, jamais faria isso”, afirmou o vereador. Os depoimentos foram colhidos na Delegacia de Santo Amaro, no Recife.

        Por Marília Melo Da Folha de Pernambuco

        Compartilhe essa notícia:

          Zueira com prefeito de Recife faz sucesso na internet

          O grupo Movimento Ocupe Estelita produziu um vídeo satirizando o prefeito de Recife, Geraldo Julio (PSB), que viralizou nas redes sociais nesta quinta-feira (14). O grupo protesta contra a aprovação do projeto de lei 08/2015, que regulamenta o plano urbanístico específico para o Cais José Estelita, Santa Rita e Cabanga – área localizada no centro da capital pernambucana.

          O vídeo intitulado Novo Apocalipse Recife está disponível na página do movimento e mostra imagens de um cidadão que usa uma máscara representando o então prefeito da cidade. Ele, além de aparecer em uma cobertura de luxo, é visto abrindo um champanhe ao lado de amigos. Em outras cenas podemos perceber a presença de bandeiras que sinalizam os altos prédios da capital, as quais recebem o nome de Empatando Tua Vista.

          O curta que possui seis minutos e 35 segundos foi publicado na última quarta-feira (13). Ele já foi visto por mais de 239 mil internautas, sendo que 7.514 pessoas curtiram e outras 10.924 compartilharam. Ocupe Estelita afirmou, em sua página, que o filme é dedicado aos vereadores que votaram a favor do projeto Novo Recife na semana passada.

          Fonte: R7

          Compartilhe essa notícia:

            Campus Party será em julho, no Centro de Convenções

            Campus Party

            CPA quarta edição da Campus Party Recife acontecerá entre os dias 23 e 26 de julho, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. A edição de 2015 terá suporte para 4 mil campuseiros e contará com 300 horas de conteúdo sobre tecnologia, inovação, criatividade, ciência, empreendedorismo e entretenimento digital.

            Na programação haverá palestras, workshops, demonstrações e apresentações de oradores e iniciativas que se encaixam nas diversas categorias. Os ingressos já estão à venda no site oficial. O preço para as datas é de R$ 160 até o dia 19 de maio, e R$ 215 nas compras a partir do dia 20 de maio. Para os que vão acampar, a taxa única é de R$ 35.

            Compartilhe essa notícia:

              Manifestantes começam a sair da rua do prefeito após ação judicial

              A Justiça determinou, na noite desta sexta-feira (08), o fim do acampamento do movimento Ocupe Estelita e do grupo Direitos Urbanos em frente ao prédio onde mora o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), no bairro da Torre, na Zona Oeste, e os integrantes começaram a sair por volta das 10h30 deste sábado (09). Equipes do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) estão no local para “garantir que a saída ocorra de maneira pacífica”.

              Os manifestantes foram notificados por oficiais da Justiça e se reuniram em assembleia para comunicar aos ocupantes sobre a ordem de retirada. Cerca de 10 viaturas do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati) estão nas proximidades, mas não houve conflito.

              Os integrantes do movimento devem sair do local até o meio-dia. O despacho é assinado pelo juiz de Direito Djalma Andrelino Nogueira Júnior, que estabeleceu multa diária e por pessoa de R$ 2 mil a contar da data de intimação. “O diálogo com eles foi tranquilo e mostramos o mandado judicial. Eles, inclusive, disseram que vão limpar toda a localidade antes de saírem”, diz o oficial de Justiça que foi notificar os manifestantes, Leonardo Figueiredo. A ordem de retirada foi apresentada em coletiva de imprensa na própria PCR na manhã deste sábado.

              Desde o começo da manhã deste sábado, algumas pessoas que passavam pelo local provocavam os manifestantes para instigar brigas. Após a comunicação da saída, os ativistas gritaram palavras de ordem contra o prefeito – que não apareceu para dialogar – e houve um princípio de confusão por volta das 10h30, por conta de novas provocações.

              Com informações da FolhaPE

              Compartilhe essa notícia:

                Prefeitura do Recife entrega edital de licitação do lixo para análise do TCE

                jc-cid0505_lix01lixoWEB

                A Prefeitura do Recife entregou oficialmente ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) o edital para licitação da coleta de lixo e do serviço de limpeza urbana da capital. O valor máximo do contrato, que terá vigência de cinco anos, foi estipulado pela gestão municipal em R$ 991 milhões. O documento foi entregue nesta terça-feira, durante reunião com o conselheiro Ranilson Ramos, que será o relator do processo. Nesta quarta-feira (6) técnicos do TCE e da prefeitura se reúnem novamente para discutir detalhadamente o conteúdo do edital. Os técnicos do Núcleo de Engenharia terão 14 dias para analisar o documento e apresentar um relatório que será divulgado pelo Tribunal de Contas no próximo dia 19.

                Durante a reunião, o comando da Empresa de Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) defendeu o modelo de licitação que divide a prestação dos serviços em apenas dois lotes. De acordo com os preços estipulados no edital, a empresa vencedora do lote maior poderá embolsar até R$ 735 milhões, cerca de 75% do montante total. Já a que ficar responsável pelo lote menor, poderá receber até R$ 256 milhões. Na avaliação da prefeitura, a concentração dos serviços é vantajosa por garantir uma economia de escala.

                Nas duas últimas licitações, realizadas durante as gestões dos ex-prefeitos João Paulo e João da Costa, este modelo foi recusado pelo TCE por barrar a competitividade e causar prejuízos aos cofres públicos. Ontem, no entanto, ao ser questionado sobre o novo edital, o conselheiro Ranilson Ramos disse que ainda não possui informações técnicas suficientes para emitir uma avaliação sobre o material apresentado. “A gente tem que aguardar o aprofundamento não só do edital quanto da análise que será feita pelo núcleo técnico do tribunal”, afirmou.

                No pacote entregue ao TCE, estão planilhas, tabelas de preços, inclusão de novas tecnologias para coleta de lixo e de monitoramento dos serviços. Segundo a Emlurb, houve um detalhamento maior dos itens de contrato, como forma de aumentar a eficiência do atendimento e do controle na prestação dos serviços. O edital prevê também o uso de varrição mecanizada, realizada por caminhões de grande porte.

                Atualmente a principal empresa responsável pelo serviço de limpeza urbana do Recife é a Vital Engenharia Ambiental, que ganhou a licitação do lote maior em 2010, com um contrato de R$ 449.888.251,80. Na época, a empresa venceu praticamente sem nenhuma concorrência, já que foi a única a ter o preço considerado. Outras quatro empresas apresentaram propostas, mas foram consideradas sem habilitação. O contrato atual se encerra em outubro deste ano. A expectativa da prefeitura é que o novo edital de licitação do lixo seja lançado até o final deste mês.

                Compartilhe essa notícia:

                  Autorizado o início da construção do Hospital Veterinário do Recife

                  Prefeito Geraldo Julio autorizou início das obras / Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

                  O prefeito Geraldo Julio e o Secretário de Direito dos Animais, Rodrigo Vidal,  assinaram na manhã desta quarta-feira (6) a autorização para o inicio das obras do Hospital Veterinário do Recife. Orçada em R$ 3,7 milhões, a construção é a primeira unidade de saúde pública desse tipo do Nordeste e o primeiro empreendimento do Brasil que oferecerá atendimento gratuito de emergência 24 horas. Segundo a Seda, as obras serão iniciadas ainda esta semana.

                  A unidade veterinária funcionará na Rua Estevão Francisco da Costa, no bairro do Cordeiro, e atenderá cães e gatos, o que corresponde a 99% dos animais domésticos da cidade. De acordo com Rodrigo Vidal, a primeira etapa da obra ficará pronta em março de 2016 e, quando finalizado, o hospital terá capacidade de realizar até 90 consultas e 20 cirurgias por dia.

                  “O Hospital Veterinário do Recife é voltado para o atendimento dos animais da população de baixa renda. Nosso objetivo é oferecer um tratamento de qualidade e gratuito quando o animal precisar”, explicou Geraldo Julio. A unidade de saúde também irá contar com Samu Animal.

                  Ao todo, o hospital contará com 25 médicos veterinários. Os profissionais se dividirão nas áreas de clínica, cirurgia, anestesia, emergência, laboratório, radiografia e ultrassonografia. Os pets poderão usufruir de três consultórios, três salas de cirurgia, um bloco cirúrgico, laboratório, unidade de recuperação, além de posto de enfermagem, ambulatório, emergência com dois isolamentos, sala de exames, dois canis e outros espaços. O Hospital Veterinário do Recife será construído em um terreno de 4,3 mil metros quadrados.

                  ATRASO – O edital de licitação da unidade foi lançado em fevereiro de 2014. A previsão era que o Hospital Veterinário do Recife começasse a ser erguido em junho do mesmo ano e a entrega acontecesse em abril de 2015.

                  Do JC

                  Compartilhe essa notícia:

                    Movimento pede afastamento de Geraldo Julio

                    e5ebf1e09d9b9b92b6741d821c0f44f4

                    Ativistas do movimento Ocupe Estelita, depois da aprovação do plano urbanístico pela Câmara Municipal do Recife, entenderam que devem pedir o afastamento do prefeito Geraldo Júlio, com gritos de “Fora, Geraldo”.

                    Em cartazes, o prefeito é acusado de ser subserviente ao interesse das construtoras e tem o rosto apresentado em meio a um capacho.

                    Compartilhe essa notícia:

                      Em nota oficial, PCR ressalta que projeto foi precedido de amplo debate e vai revitalizar área

                      Veja a nota sobre a Lei 18.138/2015

                      Plano Específico Cais de Santa Rita, Cais José Estelita e Cabanga

                      O Projeto de Lei aprovado por unanimidade na Câmara Municipal do Recife, instituindo Plano Específico para o Cais de Santa Rita, Cais José Estelita e Cabanga, encerra um processo de amplo debate com os diferentes segmentos da sociedade.

                      Apresentado em janeiro ao Conselho da Cidade, foi discutido em quatro reuniões e uma audiência pública, realizada no Clube Português. O Conselho, por votação, se posicionou favoravelmente. Foram incorporados ajustes e aperfeiçoamentos ao Projeto, para encaminhamento ao Poder Legislativo Municipal. Durante 42 dias, o Projeto de Lei foi discutido em outra audiência pública e em quatro comissões temáticas, todas concluindo os pareceres favoráveis que habilitaram o processo de votação em plenário.

                      Com a sanção da Lei 18.138/2015, o Recife dispõe de uma legislação que aplica importantes princípios de qualidade urbana e ambiental, priorizando os espaços públicos (parques, calçadas, ciclovias), eliminando muros e grades, adotando comércio e serviços no térreo de todos os edifícios, reduzindo e graduando a altura no entorno das áreas de proteção histórico-ambiental e determinando práticas construtivas sustentáveis. Será um instrumento necessário para o desafio da revitalização e requalificação de uma área central e estratégica para a cidade e seus cidadãos.

                      Compartilhe essa notícia:

                        Plano urbanístico do Estelita encerra processo de amplo debate, diz Prefeitura do Recife

                        Um dia depois de a Câmara do Recife aprovar às pressas o plano urbanístico para a área do Cais José Estelita, Cais de Santa Rita e Cabanga e do prefeito Geraldo Julio (PSB) sancionar a Lei de São Paulo, a Prefeitura do Recife divulgou na tarde desta terça-feira (5) uma nota em que afirma que a criação do plano encerra um processo amplo de debate com os diferentes segmentos da sociedade. A aprovação da nova lei permite que o consórcio Novo Recife reapresente o projeto do empreendimento para conseguir novamente as licenças municipais para construção.

                        “Com a sanção da Lei 18.138/2015, o Recife dispõe de uma legislação que aplica importantes princípios de qualidade urbana e ambiental, priorizando os espaços públicos (parques, calçadas, ciclovias), eliminando muros e grades, adotando comércio e serviços no térreo de todos os edifícios, reduzindo e graduando a altura no entorno das áreas de proteção histórico-ambiental e determinando práticas construtivas sustentáveis”, diz a nota divulgada pelo Executivo municipal.

                        A prefeitura também afirma que a nova lei será um instrumento para o desafio de revitalização e requalificação de uma área central e estratégica para a cidade e seus cidadãos. A nota é acompanhada com uma linha do tempo que relembra o processo de elaboração da legislação desde julho do ano passado, após a ocupação do terreno do Novo Recife no Cais José Estelita.

                        Mais cedo, o vice-prefeito Luciano Siqueira (PCdoB) afirmou ao JC que não conhece ninguém na prefeitura municipal que já tenha se levantado para defender a construção do Novo Recife. Ele também jogou para o presidente da Câmara, Vicente André Gomes (PSB), a responsabilidade pela votação acelerada do plano urbanístico e disse que as perguntas sobre esse assunto deviam ser direcionadas ao vereador.

                        Leia a íntegra da nota:

                        Nota sobre a Lei 18.138/2015

                        Plano Específico Cais de Santa Rita, Cais José Estelita e Cabanga

                        O Projeto de Lei aprovado por unanimidade na Câmara Municipal do Recife, instituindo Plano Específico para o Cais de Santa Rita, Cais José Estelita e Cabanga, encerra um processo de amplo debate com os diferentes segmentos da sociedade.

                        Apresentado em janeiro ao Conselho da Cidade, foi discutido em quatro reuniões e uma audiência pública, realizada no Clube Português. O Conselho, por votação, se posicionou favoravelmente. Foram incorporados ajustes e aperfeiçoamentos ao Projeto, para encaminhamento ao Poder Legislativo Municipal. Durante 42 dias, o Projeto de Lei foi discutido em outra audiência pública e em quatro comissões temáticas, todas concluindo os pareceres favoráveis que habilitaram o processo de votação em plenário.

                        Com a sanção da Lei 18.138/2015, o Recife dispõe de uma legislação que aplica importantes princípios de qualidade urbana e ambiental, priorizando os espaços públicos (parques, calçadas, ciclovias), eliminando muros e grades, adotando comércio e serviços no térreo de todos os edifícios, reduzindo e graduando a altura no entorno das áreas de proteção histórico-ambiental e determinando práticas construtivas sustentáveis. Será um instrumento necessário para o desafio da revitalização e requalificação de uma área central e estratégica para a cidade e seus cidadãos.

                        Linha do Tempo

                        17/07/2014 – Realização da audiência pública sobre as diretrizes urbanística. Foram colhidas 283 contribuições, 85% delas apresentaram propostas detalhadas sobre o tema;

                        10/09/2014 – Apresentação das diretrizes urbanísticas à imprensa a partir de consolidação do trabalho realizado na audiência do dia 17 de julho;

                        14/11/2014 – 1ª reunião sobre o plano urbanístico dentro do Conselho da Cidade;

                        27/11/2014 – Audiência Pública de Apresentação do Redesenho do Projeto Novo Recife tomando por base as diretrizes estabelecidas;

                        30/01/2015 – 2ª reunião sobre o plano urbanístico dentro do Conselho da Cidade;

                        19/02/2015 – Audiência Pública do Projeto de Lei do Plano Específico para o Cais de Santa Rita, Cais José Estelita e Cabanga.

                        06/03/2015 – 3ª reunião sobre o plano urbanístico dentro do Conselho da Cidade;

                        19/03/2015 – 4ª reunião sobre o plano urbanístico dentro do Conselho da Cidade (a matéria foi votada e aprovada);

                        23/03/2015 – Início da tramitação do Projeto de Lei nº 008/2015 na Câmara Municipal. O material ficou 45 dias sendo apreciado pelos vereadores e nas Comissões de Legislação e Justiça, Finanças e Orçamento, Meio Ambiente Trânsito e Transportes e de Obras e Planejamento Urbano, obtendo parecer favorável em todas elas.

                        10/04/2015 – Audiência Pública convocada pela Câmara Municipal (liderança do governo) sobre o Projeto de Lei nº 008/2015;

                        04/05/2015 – O Projeto de Lei nº 008/2015 foi votado e aprovado pela Câmara Municipal.

                        Compartilhe essa notícia:

                          Não conheço ninguém na PCR que defenda o Novo Recife, diz o vice-prefeito Luciano Siqueira

                          Luciano Siqueira foi vice-prefeito do governo João Paulo (PT), de 2001 até 2008 / Foto: Diego Nigro/JC ImagemO vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira (PCdoB), afirmou que não conhece ninguém na prefeitura que defenda o projeto Novo Recife e jogou a responsabilidade sobre a aprovação do plano urbanístico do Cais José Estelita para Câmara dos Vereadores do Recife. As declarações foram dadas no fim da manhã desta terça-feira (05), após uma palestra proferida pelo comunista na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

                          “Nós (prefeitura) não aprovamos, não apoiamos. Não conheço ninguém na prefeitura que tenha se levantado para defender o projeto”, disse Luciano Siqueira, em referência ao Novo Recife. O comunista classificou o projeto como um “problema” herdado da gestão anterior do ex-prefeito João da Costa (PT).

                          “Isso daí é um assunto dos procedimentos internos da Câmara Municipal. O projeto já se encontrava lá há mais de 40 dias. E não me cabe, nem cabe ao prefeito Geraldo Julio, interferir nos procedimentos internos da Câmara do Recife. Essa pergunta você deve endereçar ao presidente Vicente André Gomes e à Mesa Diretora da Casa”, disse, após ser questionado sobre a aprovação rápida do projeto.

                          Questionado sobre a pressa do prefeito Gerado Julio (PSB), que sancionou o plano urbanístico no mesmo dia, quando estava em São Paulo, Luciano disse não ver anormalidade no procedimento. “A sanção é normal e não é novidade, qualquer projeto aprovado na Câmara é sancionado. Aliás, a lei obriga que o prefeito sancione dentro de um prazo curtíssimo, se não me engano são 6 dias”, afirmou.

                          “A prefeitura do recife encontrou esse problema quando nós assumimos o governo. O que nós fizemos foi convocar o movimento Estelita, com um amplo debate com a sociedade”, concluiu, sob vaias de manifestantes do Movimento Ocupe Estelita que se concentraram na UFPE. Um enorme cartaz em referência ao movimento foi estendido na parede do auditório.

                          Luciano participou da abertura da 3ª Semana de Comunicação Pública de Pernambuco, no lugar do prefeito, que está em Brasília. O governador Paulo Câmara (PSB) também havia confirmado presença, mas embarcou para a capital federal.

                          O vice-prefeito foi xingado de “covarde” e de “refém das empreiteiras”, e deixou a mesa de discussão antes do momento que seria aberto para as perguntas do público. Ao se levantar, ele reclamou das pessoas que não queriam entender que ele tinha outros compromissos.

                          “Tenho tempo de vida suficiente e de militância para compreender (a diferença) onde é um debate tranquilo e natural da provocação”, explicou ao JC na saída do evento.

                          UFPE – Durante a apresentação, Luciano enfrentou uma saia justa quando o reitor da UFPE, Anísio Brasileiro, que estava sentado ao lado dele, se manifestou publicamente contra a sanção do projeto, recebendo aplauso dos estudantes. Ele também defendeu uma grande mobilização contra o que chamou de uma concepção de uma cidade excludente.

                          “A UFPE manifesta-se solidária a todos os que lutam pelo Estelita. Lamento profundamente a forma como o projeto foi aprovado ontem pela Câmara de Vereadores, sem o debate e a discussão com a sociedade”, afirmou. Anísio é candidato à reeleição na universidade.

                          Do JC

                          Compartilhe essa notícia:

                            Homem é preso com 170 kg de maconha que seria distribuído em Igarassu

                            Homem é preso com 170 kg de maconha que seria distribuído em Igarassu

                            Um homem foi preso com 170 quilos de maconha dentro do carro, na Região Metropolitana do Recife, nesta terça-feira (28). Ele ainda mantinha uma camisa de agente da Polícia Civil no veículo e confessou que havia sido contratado por um traficante para levar o entorpecente para Igarassu. Em depoimento na sede da Polícia Federal no Recife, no entanto, garantiu que nunca usou a camisa de oficial para driblar as blitz policiais.

                            O motorista contou que conheceu o traficante comprando maconha para consumo próprio. Mas, depois de um tempo, recebeu a proposta de levar cargas do entorpecente do Alto da Bondade, em Olinda, para Cruz de Rebouças, em Igarassu. Nesta terça, ele faria o transporte da segunda carga e iria ganhar R$ 2 mil pela operação. Na primeira vez, teria recebido R$ 900. O homem, no entanto, não revelou a data, nem a quantidade de droga levada naquela ocasião. Em depoimento, ainda falou que encontrou a camisa de policial jogada na rua com amigos.

                            Desta vez, o entorpecente estava dividido em 187 tabletes, que foram colocados dentro de sacos plásticos no banco traseiro do seu automóvel, um Siena de cor prata. O homem ainda mantinha cinco aparelhos celulares e foi encontrado ao passar pela cidade do Paulista, na BR-101, a caminho de Igarassu. Segundo a Polícia Federal, responsável pela prisão, ele foi localizado por volta do meio-dia de terça-feira, depois que investigações de rotina apontaram para o tráfico entre as duas cidades.

                            Após a prisão, o homem prestou depoimento na sede da Polícia Federal, no centro do Recife, e foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima. Ele foi autuado por tráfico de drogas e pode pegar uma pena de até 15 anos de reclusão. Segundo a Polícia Federal, o acusado não tinha passagem pela polícia, trabalhava como gerente comercial no Recife e morava em Abreu e Lima. Ele é casado e tem 33 anos.

                            Fonte: G1-PE

                            Compartilhe essa notícia:

                              Confira o que abre e fecha neste feriadão

                              BANCOS – Não haverá atendimento nas agências bancárias no feriado de Tiradentes (21), segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Operações bancárias podem ser feitas por meio de caixas eletrônicos, internet banking, mobile banking, banco por telefone, casas lotéricas, etc. As contas e carnês com vencimento marcado para a data poderão ser pagos no dia seguinte, a quarta-feira (22). Na segunda, o atendimento é normal.

                              CICLOFAIXA E ACADEMIA RECIFE – Os ciclistas poderão aproveitar a ciclofaixa duplamente neste feriado. No domingo e na terça, o trajeto de 36,5 quilômetros estará disponível, das 7h às 16h. As Academias Recife não funcionarão na terça-feira, mas abrem na segunda.

                              COMÉRCIO DO CENTRO E BAIRROS – Na segunda, o funcionamento é normal. Na terça-feira, as lojas estarão fechadas.

                              CORREIOS – Na terça-feira (21) apenas a agência Correios do Aeroporto de Recife funcionará, com horário reduzido das 9h às 13h.

                              DETRAN – As unidades de Gravatá e Itambé decretaram ponto facultativo na segunda-feira (20). As demais unidades funcionarão normalmente no dia que antecede o feriado. Na terça, todas as unidades estarão fechadas.

                              ESCOLAS

                              – Municipais: O funcionamento será normal na segunda-feira. Na terça, escolas e creches fecham.

                              – Estaduais: Por causa da greve dos professores estaduais, a Secretaria de Educação do Estado orienta que pais e alunos entrem em contato com as instituições de ensino para saber como será o expediente na segunda-feira, já que algumas estão funcionando parcialmente. Na terça, não haverá expediente nas escolas.

                              ESPAÇOS CULTURAIS – O Museu da Cidade do Recife, localizado no Forte das Cinco Pontas, no bairro de São José, estará aberto no dia do feriado, das 9h às 17h. O Jardim Botânico do Recife estará fechado para visitação na terça-feira.

                              EXPRESSO CIDADÃO – O expediente na segunda-feira que antecede o feriado será normal. Já na terça, todas as unidades estarão fechadas.

                              JUSTIÇA

                              – JFPE: Na segunda-feira, o funcionamento é normal. Na terça, não haverá expediente.

                              – TJPE: A justiça estadual funcionará em regime de plantão. Durante o Tiradentes, o plantão de 1º Grau será realizado no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, na área central do Recife. Já os de 2º Grau acontecerão no Palácio da Justiça, no bairro de Santo Antônio, todos no horário de 13h às 17h.

                              MERCADOS E FEIRAS – os mercados públicos funcionarão em horário especial na terça-feira, das 6h às 13h. O Centro de Comércio Popular Calçadão dos Mascates, conhecido como Camelódromo, e o Mercado Público das Frutas não funcionarão. As feiras livres dos bairros funcionam normalmente na segunda e na terça.

                              SAÚDE – Na segunda, o atendimento é normal em todas as unidades de saúde do Recife. Na terça-feira, as Upinhas 24h estarão abertas para pequenas urgências e atendimento de casos suspeitos de dengue. As Unidades de Saúde da Família e Unidades Tradicionais estarão fechadas no feriado.

                              Será disponibilizado atendimento 24h para mulheres vítimas de violência nas maternidades municipais Professor Barros Lima, Professor Bandeira Filho e Professor Arnaldo Marques.

                              Os serviços de urgência e emergência nas Policlínicas Amaury Coutinho, Agamenon Magalhães, Policlínica e Maternidade Professor Barros Lima, Policlínica e Maternidade Professor Arnaldo Marques (Ibura) e no Hospital Pediátrico Helena Moura estarão funcionando normalmente.

                              SHOPPINGS

                              – Boa Vista: O shopping funciona normalmente na segunda-feira. Na terça, das 11h às 19h, para lojas e praça de alimentação. O Game Station abre das 11h às 21h e o cinema conforme a programação.

                              – Guararapes: O mall funciona normalmente, tanto na segunda como no Tiradentes, a partir das 9h até as 22h. O Hiper Bompreço abre às 8h.

                              – Paço Algândega: Na segunda, abre no horário normal. No feriado, o shopping funcionará das 12h às 21h, com todas as operações.

                              – Plaza: O mall funciona normal na segunda. Na terça, abrirá das 12h às 21h, para lojas e alimentação

                              – Recife: Na segunda, abre normal. No feriado, o centro de compras funciona das 12h às 21h, para todas as operações.

                              – RioMar: Na segunda, funciona normalmente. No feriado, o shopping abre das 12h às 21h, para lojas e praça de alimentação.

                              – Tacaruna: Na segunda-feira, o funcionamento é normal. Na terça, as operações comerciais do shopping funcionarão das 12h às 21h. O Hiper bompreço abre das 9h às 21h e o cinema das 13h a 0h.

                              SUPERMERCADOS – Funcionarão normalmente, tanto na segunda-feira como na terça.

                              Compartilhe essa notícia:

                                WhatsApp do Informe-PE

                                whatsapp-blue-ticks

                                Tem sugestões de pauta, denúncias, flagrantes, observações, reclamações? Entre em contato com o Informe-PE pelo WhatsApp. Adicione na agenda de contatos do seu smartphone o nosso número (81) 8760-9519 e encaminhe sua mensagem. Ela será avaliada e encaminhada ao setor correspondente do Blog. Participe e faça valer sua cidadania!

                                Compartilhe essa notícia:

                                  Plano Urbanístico para o Recife gera debate acirrado na Câmara

                                  A Câmara de Vereadores do Recife abriu nesta sexta-feira (10) o debate em torno do Projeto de Lei nº 08/2015, que cria o Plano Urbanístico Específico para o Cais José Estelita, Cais de Santa Rita e Cabanga, numa audiência pública pontuada pelo desentendimento entre moradores do Coque e do Pina com integrantes do movimento Ocupe Estelita. Enquanto os líderes comunitários defendiam a proposta apresentada pelo município, os ativistas alegavam que a prefeitura apenas construiu uma visão de cidade em volta dos projetos Novo Recife e Porto Novo.

                                  Com os ânimos acirrados, os moradores presentes à audiência diziam que não eram representados pelo Ocupe Estelita. “É preciso envolver as quatro comunidades que vivem nessa área (Coque, Coelhos, Joana Bezerra e Cabanga) na discussão e não apenas o movimento de rico Ocupe Estelita”, disse, ao microfone, Renê Guedes, da comunidade do Coque. “Esse debate sobre a cidade só existe por causa do Ocupe Estelita”, reivindicava Leonardo Cisneiros, representante do Direitos Urbanos.

                                  Em meio ao bate-boca, o representante do bairro dos Coelhos, Antônio Carlos, lembrou à plateia que “o melhor para o Recife é avançar no debate da audiência pública e não discutir um contra o outro.” Convocado pelo vereador Gilberto Alves, líder do governo na Câmara, o encontro começou às 9h40 e terminou às 12h50, no Plenarinho.

                                  “Saímos da audiência com um consenso: não faz sentido discutir um Projeto Urbanístico Específico que não está alinhado com o Plano Diretor do Recife”, destacou o secretário-geral do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB-PE), Eduardo Aguiar. Ele sugeriu à prefeitura construir uma maquete para a população entender melhor o impacto dos projetos nos bairros de São José, Santo Antônio e Cabanga, na área central. “Cabe ao município provar que aquela proposta é boa para a cidade”, disse.

                                  Ângela Carneiro da Cunha, representante do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-PE), propôs um prazo de 180 dias para a Secretaria de Desenvolvimento e Planejamento do Recife entregar à Câmara um Plano Urbanístico Específico, para análise conceitual da área em questão. Integrante do grupo Direitos Urbanos, Rodrigo Rafael cobrou da prefeitura a regulamentação de instrumentos urbanísticos previstos no Estatuto da Cidade, a Lei Federal nº 10.257/2001.

                                  “Poderia ser usada a outorga onerosa nos projetos e colocar a verba num fundo de Habitação de Interesse Social, poderia ser aplicado o IPTU progressivo no tempo na Rua Imperial, cheia de prédios fechados, poderia ter comércio popular no Cais José Estelita, criando emprego para as comunidades do entorno”, sugeriu.

                                  Apresentado pelo secretario de Desenvolvimento e Planejamento do Recife, Antônio Alexandre, o projeto de lei tramita na Câmara desde março de 2015 e estabelece regras para novas construções no Cais José Estelita, Cais de Santa Rita e Cabanga. A prefeitura define as diretrizes de ocupação do Projeto Novo Recife, que prevê um empreendimento imobiliário no Cais José Estelita, da Vila Operária e do terreno do 7º Depósito de Suprimento do Exército, na Cabanga.

                                  De acordo com Gilberto Alves, as contribuições irão subsidiar a análise do projeto na Câmara e não há data marcada para a votação em plenário. Antônio Alexandre disse que a minuta pode sofrer alterações, propostas pelos vereadores.

                                  Da Editoria Cidades

                                  Compartilhe essa notícia:

                                    PMN se mobiliza para eleição de 2016

                                    IMG-20150408-WA0008

                                    O Diretório Municipal do Partido Mobilização Nacional (PMN) do Recife, em Assembleia geral decide lançar chapa para pré-candidatos a vereadores com suplentes que tiveram de 1000 a 2000 votos. O objetivo é eleger de 3 à 4 vereadores na capital.

                                    A decisão foi homologada pelos membros do Diretório Estadual e do Diretório Nacional, presente ao ato, não podendo entrar na chapa nenhum vereador, ex-vereador, ex-deputado, filhos de políticos e ninguém que detenha forte poder econômico.

                                    Esse projeto visa uma disputa de pré-candidatos com votação abaixo de 2000 mil votos, todos disputando de igual para igual.

                                    Ivanildo Pedro, membro do Diretório Nacional, afirma que projeto segue um alinhamento em todo o Brasil. “Não vamos voltar atrás, o PMN tem hoje, a melhor chapa e todos os pré-candidatos são pequenos, vamos eleger quatro vereadores”, pontuou Ivanildo.

                                    Para Alípio Soares, representante do Diretório Estadual, o projeto começou em 2012, e hoje conta com um estúdio e uma gráfica própria, podendo confeccionar material para todos os pré-candidatos. Tendo umas das melhores estruturas entre os partidos.

                                    Já Almir Vasconcelos, Presidente Municipal do Recife, afirma que o projeto já nasce grande. “Temos 22 pré-candidatos que assinaram a ficha de filiação partidária, não mudaremos uma vírgula, não vamos disputar com vereadores, todos vão disputar com as mesmas chances, todos entre 1000 a 2000 mil votos”. Vamos discutir a nossa Cidade e desta vez o PMN sair vitorioso.

                                    Redação do Inf0rme-PE

                                    Compartilhe essa notícia:

                                      Aeroporto do Recife é eleito o melhor do País

                                      Outros 15 aeroportos concorriam com o terminal pernambucano  / Foto: Edmar Melo/JC Imagem

                                      O Aeroporto Internacional do Recife foi eleito o melhor do país de acordo com a opinião dos usuários. O título foi concedido pela Secretaria de Aviação Civil (Sac).

                                      A premiação, que aconteceu no Clube da Aeronáutica, em Brasília (DF), concedeu ao terminal pernambucano o título de “Aeroporto + Brasil”, o principal de toda a premiação, que tem no total 9 categorias. Mais de 64 mil pessoas foram ouvidas para se chegar ao resultado.

                                      O aeroporto Internacional do Recife concorreu com outros 15 terminais aéreos de todo o Brasil.

                                      Compartilhe essa notícia:

                                        Família de Eduardo Campos quer manter tradição política e planeja candidaturas

                                        Eduardo CamposA morte de Eduardo Campos (1965-2014), herdeiro político do avô Miguel Arraes (1916-2005), não encerra a participação da família na vida política de Pernambuco. O advogado Antonio Campos, 46 anos, irmão do ex-governador morto em acidente aéreo no ano passado, pretende disputar a prefeitura de Olinda, na eleição municipal de 2016.

                                        Os aliados de Eduardo Campos também apostam que o filho dele, João, de 20 anos, será o candidato a deputado federal mais votado em 2018, caso se confirme sua candidatura. A mãe do ex-governador, Ana Arraes, ministra do Tribunal de Contas de União (TCU), também poderá retornar ao cenário político. Discute-se a possibilidade de ela disputar uma vaga no Senado, em campanha casada com o neto. Os três são filiados ao PSB. 

                                        “Sou pré-candidato a prefeito de Olinda sim”, afirma Antonio Campos, que também é escritor e presidente do conselho cultural da Fliporto, maior feira literária do Nordeste, que ocorre na cidade pernambucana. “Tenho uma identificação efetiva com Olinda”, justifica ele, que cita o fato de ter criado a Casa do Livro de Leitura Infantil de Olinda, há três anos. A cidade tem sido governada desde 2000 pelo PC do B, aliado do PSB. Nos dois primeiros mandatos teve como prefeita Luciana Santos, agora deputada federal, e hoje é comandada pelo prefeito reeleito, Renildo Calheiros.

                                        Moradores da cidade já têm recebido por telefone uma mensagem gravada de Antonio Campos: “Não vamos desistir de Olinda, Olinda pode mais”, diz ele, em alusão à frase do irmão utilizada em entrevista à Rede Globo, na véspera do acidente aéreo. A frase do então presidenciável “Não vamos desistir do Brasil” se transformou em lema de campanha de Marina Silva, que se tornou candidata à Presidência do PSB após a morte do pernambucano. O avião que transportava Eduardo Campos e sua equipe caiu em Santos (SP) em 13 de agosto do ano passado.

                                        Presidente do PSB em Pernambuco, Sileno Guedes afirma não haver nenhuma “restrição” ao nome de Antonio Campos, mas diz que o assunto ainda não foi discutido no partido. “Olinda é um município importante, temos uma aliança estratégica com o PC do B e a eleição ali passa pela análise do governador Paulo Câmara, da Executiva Nacional e da executiva estadual do PSB”, explica.

                                        Faculdade
                                        Já o estudante João, apontado como sucessor político do pai, foi aconselhado pela mãe, Renata Campos, a terminar a faculdade de Engenharia antes de ingressar na política e por isso não deve disputar a eleição de 2016. Mas já discute uma candidatura à Câmara dos Deputados dois anos depois. Ele, que costumava acompanhar o pai e os bastidores da política, engajou-se nas campanhas do PSB na eleição do ano passado. Discursou, por exemplo, em atos de campanha do governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB), apadrinhado por Eduardo Campos, e de Marina Silva à Presidência da República.

                                        Os Arraes contam com mais um nome na política: a vereadora Marília Arraes (PSB). Dissidente do grupo do tio Eduardo Campos, ela fez campanha para o atual ministro da Indústria e Comércio, Armando Monteiro Neto (PTB), adversário de Paulo Câmara ao governo do Estado, em 2014.

                                        Acidente
                                        Eduardo Campos morreu em um acidente aéreo em 13 de agosto último. O avião que ele estava caiu nas imediações do Canal 3, no Boqueirão em Santos. O Cessna 560 XL vinha do Rio de Janeiro e refazia os procedimentos para o pouso na Base Aérea de Santos. Após arremeter na primeira tentativa, por causa do mau tempo, a aeronave caiu nos fundos de uma residência, atrás de uma academia de ginástica, localizada no perímetro entre as ruas Vahia de Abreu e Alexandre Herculano. Pelo menos 10 imóveis, atingidos no acidente, precisaram ser interditados.

                                        Na hora da tragédia, ventava muito e o tempo estava ruim. Além de Campos, outros seis ocupantes do avião morreram. Onze pessoas ficaram feridas em solo.

                                        Além de Campos, morreram Pedro Valadares, assessor direto; Carlos Augusto Percol, assessor de imprensa; Marcelo Lira, cinegrafista; e Alexandre Severo, fotógrafo oficial, além dos pilotos Marcos Martins e Geraldo da Cunha.

                                        Fonte: A Tribuna

                                        Compartilhe essa notícia:
                                          background