Antônio Campos inicia movimentação para disputar Prefeitura de Olinda

Advogado vai inaugurar uma instituição sem fins lucrativos na cidade na próxima quinta-feira / JC ImagemA disputa pela Prefeitura de Olinda deve esquentar no próximo ano. Irmão do ex-governador Eduardo Campos, o advogado Antônio Campos (PSB) deverá encarar sua primeira eleição. Apesar de adotar a cautela ao falar sobre o assunto, o socialista defende que o partido lance candidatura própria e já começa a fazer os primeiros movimentos com o objetivo de ter maior inserção nas discussões envolvendo o município. Na próxima quinta-feira, dia no aniversário de Olinda, o advogado vai inaugurar uma instituição sem fins lucrativos na cidade.

Nos bastidores do PSB, a informação é de que Antônio teria mudado o domicílio eleitoral para disputar o Executivo municipal. Ele, no entanto, nega que tenha feito essa movimentação recentemente, mas admite o interesse em discutir os problemas da cidade. “A gestão de Olinda merece ser melhorada e Olinda precisa ter um planejamento estratégico que coloque a mesma como uma cidade de economia criativa. Tenho como postura ser mais propositivo e pretendo debater os problemas de Olinda de forma elevada, propondo uma agenda positiva. Olinda pode mais”, afirmou.

O advogado disse que se a eleição fosse agora ele não disputaria, mas ressaltou que quer iniciar as conversas agora para pavimentar a candidatura em 2016. Segundo ele, é preciso debater com a sociedade e companheiros de partido. “Defenderei junto ao PSB candidatura própria em Olinda com a criação de uma frente partidária dos que querem uma mudança em Olinda”, complementou.

Caso Antônio Campos viabilize a construção da candidatura, a disputa pela prefeitura da cidade será a primeira eleição do socialista. Campos atuou por muitos anos como advogado do partido, sem nunca ter tentado espaços eletivos. Após a morte do ex-governador Eduardo Campos, ele foi um dos principais interlocutores da família. Antônio, inclusive, é um dos envolvidos nas discussões sobre as investigações da causa do acidente que vitimou o ex-governador.

Antônio Campos disse que não há problemas em conversar com os partidos que hoje estão no comando da cidade – PCDoB e PT -, mas destacou que vai defender a alternância de poder. O PCdoB do prefeito Renildo Calheiros já está no comando da cidade há quase 15 anos. Questionado sobre o assunto, o governador Paulo Câmara (PSB) disse que a correligionário fazer a escolha.

Do JC

Compartilhe essa notícia:

Mulher é presa por tráfico de drogas em Olinda

1b08e858284b41ef7b467fd9e21ce252

Uma mulher foi autuada em flagrante por tráfico de drogas nessa sexta-feira (6) no bairro de Rio Doce, em Olinda, Região Metropolitana do Recife (RMR). Com a acusada, a Polícia Militar apreendeu pedras de crack e papelotes de maconha.

A prisão aconteceu na comunidade conhecida como “Beco do Sambão”. Jackcelia Monteiro de Oliveira, de 23 anos, foi presa em flagrante portando 45 pedras de crack, 95 papelotes de maconha e R$ 56,00 em dinheiro vivo.

Os PMs que integram a equipe “Malhas da Lei” conduziram a suspeita até a Delegacia de Casa Caiada, também em Olinda, onde ela foi autuada em flagrante por tráfico de drogas.

Do NE10

Compartilhe essa notícia:

Faltou energia e internet no Informe-PE

Amigos e amigas, leitores do Informe-PE, nesta madrugada de quinta à sexta-feira tivemos uma queda em nosso sistema de internet e falta de energia, devidos a grande chuva que caiu em nosso Litoral Norte.

Aos poucos estamos retornando os trabalhos e continuando com nossas postagens. Continuem acessando o Informe-PE sempre notícias exclusivas e com imparcialidade dos fatos.

Diretor Geral
Paulo Fernando

Compartilhe essa notícia:

Audiência contra Danilo Gentili termina sem data para resultado

doadora de leite contra Danilo Gentili

A primeira audiência do caso em que os humoristas Danilo Gentili e Marcelo Mansfield são acusados de agredir verbalmente a técnica de enfermagem Michele Maximino, de 32 anos, conhecida por ser a maior doadora de leite materno do Brasil, terminou com poucas definições. Realizada no Fórum de Olinda, no Grande Recife, nesta quarta-feira (4), a sessão contou apenas com a presença dos advogados de defesa dos humoristas e da TV Bandeiras, também citada no processo de danos morais.

Presidida pela juíza Regina Célia Maranhão, a audiência de instrução foi marcada pelos depoimentos da técnica de enfermagem e de outras duas testemunhas de acusação. A queixa é contra um quadro do programa “Agora é Tarde”, exibido em outubro de 2013, em que Danilo chamou a pernambucana de “vaca” e a comparou com o ator pornográfico Kid Bengala por causa do tamanho de seus seios.

O próximo passo do processo é aguardar que os réus sejam ouvidos pela Justiça de São Paulo. Para isso, no dia 12 de fevereiro, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) emitiu uma carta precatória enviada ao estado paulista. Somente após a resposta das cartas as partes fazem suas alegações finais, sendo, assim, marcada a data para a leitura da sentença do caso. O documento, no entanto, ainda não retornou a Pernambuco.

Atualmente Danilo Gentili apresenta o programa The Noite, no SBT. Enquanto o julgamento era realizado em Olinda, o humorista fazia postagem relacionadas ao seu programa no Twitter, assim como comentários sobre filmes indicados ao Oscar 2015.

Compartilhe essa notícia:

Câmara de Olinda divulga edital de concurso com 23 vagas

A Câmara de Olinda divulgou, nesta terça-feira (3), edital de concurso público com 23 vagas de nível médio, distribuídas entre os cargos de técnico em contabilidade, agente técnico, agente administrativo e guarda vigilante. As inscrições vão ser abertas às 14h da segunda-feira (9) e podem ser feitas até o dia 2 de abril. O edital completo pode ser conferido no site da empresa organizadora da seleção.

A taxa de inscrição para o concurso é de R$ 75. O salário é de R$ 1.300 para 30 horas semanais de guardas vigilantes e de R$ 1.400, para a mesma carga horária, para técnico em contabilidade, agente técnico e agente administrativo.

As provas objetivas serão aplicadas no dia 24 de maio, em locais a serem divulgados. A seleção conta ainda com um exame médico, de caráter eliminatório, a ser realizado pela Câmara Municipal após a homologação do concurso público. O concurso tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois anos.

Fonte: G1-PE

Compartilhe essa notícia:

Divulgado o resultado final da seleção simplificada do Projovem Olinda

Os profissionais selecionados atuarão, temporariamente, no Programa Nacional de Inclusão de Jovens – ProJovem Urbano. As inscrições foram realizadas, exclusivamente, pela internet, diminuindo a burocracia.

Estão selecionados os profissionais que atuarão temporariamente no Programa Nacional de Inclusão de Jovens – ProJovem Urbano. Eles foram escolhidos por meio de seleção simplificada, a partir da análise de currículo para diversos cargos de nível médio, técnico e superior, e serão contratados para trabalhar por 12 meses, podendo ter o contrato renovado por igual período.

A lista com os nomes dos classificados está disponível na página da seleção, no Portal da Prefeitura de Olinda (www.olinda.pe.gov.br/concursos/selecao012015/resultado). O certame tem validade de um ano, podendo valer por mais um, a critério da administração.

As inscrições foram realizadas exclusivamente pela internet, diminuindo a burocracia. “Nós já tivemos experiências com seleções anteriores que se davam por meio de inscrições presenciais, onde se formavam filas enormes, gerando um desconforto para os candidatos que nos procuraram. Sensível ao problema, a Prefeitura de Olinda trabalhou para criar um sistema informatizado para que as inscrições fossem feitas de forma online”, explicou Ricardo Marques, presidente da Comissão Organizadora da Seleção.

Os candidatos classificados, dentro do número de vagas ofertadas para cada função, devem comparecer nos dias 25 e 26 de fevereiro de 2015, no horário das 14h às 17h, na sala da Divisão de Educação Física Escolar da Secretaria Executiva de Programas e Políticas Educacionais, situada na Avenida Sigismundo Gonçalves, 515, Carmo, Olinda, munidos de documentação de identificação e comprovação das informações curriculares.

Compartilhe essa notícia:

Câmara de Olinda abre concurso com vagas de níveis médio e técnico

A Câmara Municipal de Olinda, em Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (2), nova seleção com 23 vagas para os níveis médio e técnico. Duas delas são reservadas a candidatos com deficiência. As inscrições abrem às 14h de 9 de março e seguem até as 23h59 de 2 de abril, pelo site da Consulplan, a banca organizadora do certame. A taxa de participação é de R$ 75.

Os cargos oferecidos são de técnico em contabilidade, agente técnico, agente administrativo e guarda vigilante. Aprovados cumprirão jornada de trabalho de 30 horas semanais. A remuneração para o último posto é de R$ 1.300, já para os demais cargos o salário é de R$ 1.400.

O processo seletivo conta com prova objetiva, prevista para 24 de maio. A avaliação será composta por 40 questões de língua portuguesa, raciocínio lógico, conhecimentos específicos e gerais, conforme conteúdo programático anexo ao edital. O concurso tem validade de dois anos, podendo ser prorrogada por igual período.

Fonte: Diario de Pernambuco

Compartilhe essa notícia:

Gustavo rosas é pré-candidato à prefeitura de Olinda

Na tarde deste sábado (28), o empresário e médico Gustavo Rosas (PV) reuniu militantes do Partido Verde, lideranças comunitárias e amigos para anunciar a sua pré-candidatura à Prefeitura de Olinda.

A reunião aconteceu na Rua do Bonfim 389, no Sítio Histórico da cidade, e contou com a presença de dirigentes dos diretórios estadual e municipal do PV e alguns nomes que começam a, também, ensaiar pré-candidaturas a vereador em 2016, dentre eles Marco Raposo, criador do Movimento Papo Sério na Política em Meio Ambiente.

Do Olinda Hoje parceiro do Informe-PE

Compartilhe essa notícia:

Sucessão do prefeito Renildo Calheiros já está nas ruas

Luciana Santos (PCdoB) Informe-PE

Embora ainda faltem 1 ano e 8 meses para as eleições municipais, a sucessão do prefeito Renildo Calheiros (PCdoB), em Olinda, já está nas ruas.

O prefeito garante que não há “candidato natural” dentro do seu grupo e que irá definir a escolha com base numa pesquisa de opinião.

No entanto, ninguém no grupo não tem dúvida de que o candidato já está escolhido e tem nome e sobrenome: a deputada federal (ex-prefeita) Luciana Santos (PCdoB).

Pela oposição são pré-candidatos o vereador Arlindo Siqueira (PSL), a deputada estadual Teresa Leitão (PT), o deputado estadual Ricardo Costa (PMDB) e a suplente de deputada Izabel Urquiza (PMDB).

Como cada partido só pode ter um candidato, ou Ricardo ou Izabel terá que cair fora do PMDB.

De todos, quem avançou mais com a campanha até agora foi Ricardo Costa, que brincou o carnaval com uma camiseta em que se lia o seguinte: “Viver de fantasia só se for no carnaval. Olinda merece um futuro melhor. Olindense de corpo e alma”.

O prefeito Renildo reage com bom humor a esse tipo de crítica. Ele diz que “Olinda é um canteiro de obras” e que a oposição vai ficar sem discurso quando ele (prefeito) começar a inaugurá-las em meados deste ano.

Fonte: Blog de Inaldo Sampaio

Compartilhe essa notícia:

Olinda inscreve para curso gratuito de Negócios em Turismo

As inscrições para o curso Negócios em Turismo, oferecido gratuitamente pela Secretaria de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia de Olinda, terminam na próxima terça-feira (3). A previsão é que as aulas sejam iniciadas já na semana segunda, a partir do dia 9 de março.

Interessados devem se dirigir durante a semana, das 9h às 13h, à Secretaria de Turismo, localizada na Avenida da Liberdade, nº 68, no bairro do Carmo. As aulas vão ser ministradas na Casa do Turista, das 14h às 17h. A capacitação prevê 192 horas/aulas. Outros detalhes pelo telefone (81) 3493-3770.

Do G1-PE

Compartilhe essa notícia:

Audiência de doadora de leite contra Danilo Gentili será na próxima semana em Olinda

doadora de leite contra Danilo Gentili

A primeira audiência da ação judicial contra o apresentador Danilo Gentili, movida pela técnica em enfermagem Michele Maximino, desde o dia 22 de outubro de 2013, acontece na próxima quarta-feira, 4 de março, às 13h no Fórum de Olinda. A mulher foi ridicularizada no Programa Agora é Tarde, por Danilo, após um recorde de doação de 417 litros de leite materno. A mulher processa o apresentador por violência simbólica sofrida, que resultou em danos a sua saúde e a redução da produção de leite.

Michele é mãe de duas crianças e rodava, por semana, cerca de 80 quilômetros para levar o leite até a maternidade Jesus Nazareno, em Caruaru, município do agreste de Pernambuco, quando residia no interior do Estado. O gesto do humorista repercutiu tanto que ela precisou se mudar da cidade, além de ter desenvolvido problemas emocionais. Na época em que o programa foi exibido, a doadora morava no município de Quipapá, na Zona da Mata pernambucana.

Em outubro de 2013, a juíza da 2ª Vara Cível de Olinda concedeu liminar favorável ao pedido feito por Michele para que a emissora retirasse do ar o material que era divulgado na internet, sob pena de multa diária de R$ 5 mil. O programa em que Michele aparece foi veiculado no dia 3 de outubro de 2013. Depois disso, ela foi vítima de chacota na cidade onde morava. Em rede nacional, o apresentador chegou a compará-la a um ator pornô. Na ação, os advogados também fazem a solicitação de uma indenização por danos morais. 

De acordo com Michele, as expectativas para a audiência são as melhores possíveis. “Estou otimista com os possíveis resultados”, contou. Após a saída da família da cidade de Quipapá, Ederval Trajano, marido de Michele, informou que o atendimento psicológico não tem sido possível devido às dificuldades encontradas em uma cidade maior. Atualmente, o casal e as duas filhas residem em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR).

A mulher retomará as doações nos próximos dias. Na época da repercussão do caso, Michele teve a produção interrompida em uma das mamas. Nesta sexta-feira (27), profissionais do Hospital Agamenon Magalhães (HAM) em Casa Amarela, Zona Norte do Recife, receberão o leite de Michele. O hospital fez um pedido na última terça-feira (24) às mães devido ao banco da instituição está em nível crítico.

Do JC

Compartilhe essa notícia:

Estado acompanha transferência de doentes da CTO para residências terapêuticas

Olinda fechará leitos do SUS do único hospital psiquiátrico da cidade, Informe-PE

A Gerência de Atenção à Saúde Mental da Secretaria Estadual de Saúde garante que a Comunidade Terapêutica de Olinda (TCO) só deixará de receber internamentos do SUS quando a rede municipal estiver preparada para receber a nova demanda. “A Secretaria de Saúde do Município nos garantiu que até o fim de março todos os serviços estarão implantados. Estamos monitorando a transição, que não é um processo fácil. Se for preciso, vamos prorrogar a conclusão da transferência dos doentes para além de 1º de abril (data definida pela prefeitura)”, informou Léa Lins, gerente de Saúde Mental do Estado.

Ela se reuniu na manhã de ontem com dirigentes da Secretaria de Saúde de Olinda, para tratar do assunto, que vem sendo questionado por familiares de pacientes e será alvo de audiência, na próxima terça-feira, na Promotoria de Defesa da Saúde do Ministério Público Estadual, na cidade. A polêmica seria a capacidade do município em implantar em pouco mais de 30 dias três novas residências terapêuticas, tornar os dois únicos Centros de Atenção Psicossocial 24 horas e abrir 16 leitos para pessoas dependentes de álcool e drogas no Hospital Tricentenário, que oferta ao SUS outras especialidades médicas. O novo contrato com o Tricentenário ainda não foi assinado e a unidade aguarda verba pública para adaptar sua estrutura. 

O líder da oposição ao prefeito Renildo Calheiros, vereador Jorge Federal, questiona a mudança. “Há posto sem funcionar plenamente na cidade, não podemos comprometer a saúde mental, que atinge principalmente famílias de baixa renda, com outros problemas sociais”, disse. 

Na CTO, segundo a prefeitura, existem 36 pacientes psiquiátricos crônicos e outros 40 em crise aguda. 

“A Secretaria Municipal de Saúde se comprometeu em abrigar nas residências terapêuticas os crônicos de outras cidades nessa fase de transição”, informou Léa. 

Do NE10

Compartilhe essa notícia:

Olinda fechará leitos do SUS do único hospital psiquiátrico da cidade

Olinda fechará leitos do SUS do único hospital psiquiátrico da cidade, Informe-PE

A Comunidade Terapêutica de Olinda (CTO), único hospital do SUS com internamento psiquiátrico na cidade, deixará de oferecer o serviço a partir de 1º de abril. A medida é anunciada pela Secretaria Municipal de Saúde, como parte da reforma psiquiátrica e vem preocupando familiares dos usuários.

Ontem, eles procuraram a Promotoria da Saúde do Ministério Público Estadual para buscar ajuda. Temem a disputa já acirrada por vaga no Hospital Ulysses Pernambucano, no Recife, que atende portadores de transtornos mentais e usuários de drogas de todo o Estado. É que a pouco mais de um mês da mudança, a Prefeitura de Olinda ainda não concluiu a instalação de três novas residências terapêuticas (já possui três) nem a contratação de pessoal para trabalhar nessas unidades e nos dois Centros de Atenção Psicossocial (Caps), que passarão a funcionar por 24 horas.

“O encerramento do serviço no CTO só irá acontecer quando a rede substituta do município estiver funcionando”, garantiu a promotora de Defesa da Saúde na cidade, Maísa Silva Melo, que acompanha o termo de compromisso assinado em abril do ano passado entre as Secretarias Municipal e Estadual de Saúde com a Comunidade Terapêutica de Olinda.

O termo previa que a transferência dos doentes se desse de forma gradativa, em até 18 meses, prazo que deveria encerrar-se em outubro de 2015. Ao saber do ofício da Secretaria de Olinda comunicando o fechamento da urgência do CTO para agudos e o encerramento do atendimento a pacientes crônicos a partir de 1º de abril, a promotora convocou reunião com os gestores do SUS, a direção do hospital e familiares dos pacientes. Será na próxima terça, às 14h.

“Já alugamos as casas para as novas residências. Em março completaremos o quadro de profissionais e traremos de volta ao município servidores da Maternidade Brites de Albuquerque, cedidos à Maternidade da Encruzilhada em razão da reforma do serviço. Até 1º de abril esperamos concluir a transferência dos 36 pacientes crônicos do CTO, 15 deles de outros 18 municípios”, explicou Cristina Menezes, secretária-adjunta da Saúde de Olinda. Ela admite, no entanto, esticar o prazo caso não consiga concluir as estruturas.

De acordo com a secretaria, outros 40 pacientes agudos são tratados na Comunidade Terapêutica. Para compensar a ausência desses leitos, além dos Caps, 15 leitos exclusivos para desintoxicação funcionarão no Hospital Tricentenário e médicos do Saúde da Família, da UPA e do SPA de Olinda foram capacitados. Feliciano Lima, diretor do Sindicato dos Hospitais, afirma que a direção do CTO está preocupada com a desativação dos leitos do SUS em tempo menor que o previsto, pelo constrangimento aos usuários.

Fonte: JC

Compartilhe essa notícia:

Vaga: Auxiliar Administrativo (PCD)

A Estaf Equipamentos S.A., uma das maiores empresas de locação de máquinas e equipamentos do país, está recrutando candidatos para a vaga de Auxiliar Administrativo.

Observação: Vaga exclusiva para Portador de deficiência.

Principais Requisitos:
Ter 06 meses de experiência em setor de Arquivo;
Conhecimentos: Informática básica.

Principais atividades:
Organizar e manipular arquivos; Gerir e digitalizar documentos.

Horário: Segunda a Sexta – 08h às 18h.
Local de Trabalho: Olinda
Salário: R$1.203,40 
Benefícios: Vale-Refeição (R$ 12,00), Vale-Transporte, Plano de Saúde e Odontológico.

Enviar currículo até 02/03/2015 para rhestaf@estaf.com.br com o título da vaga.

Compartilhe essa notícia:

Ruas sem abastecimento de água em Olinda

torneira pingando

Moradores das ruas Sebastião Silvestre, Padre Manoel e José Ferreira, no Alto da Bondade, Passarinho, Olinda, se queixam que a água que deveria ter chegado às torneiras por volta das 8h do domingo passado até as 8h da segunda-feira, só teria chegado às 23h30 e permanecido até as 2h da madrugada.

De acordo com Luciano Serafim do Nascimento, há cerca de um ano a localidade passa por um racionamento de água de dias sem e apenas um com o fornecimento.

A Compesa informou que uma equipe será encaminhada nesta terça-feira à localidade para verificar a questão e assim, tomar as providências para regularizar a situação do abastecimento na área.

Do Diario de Pernambuco

Compartilhe essa notícia:

Aumento do racionamento de água no Grande Recife não pode ser descartado, diz Compesa

Em entrevista à Rádio Jornal na manhã desta terça-feira (24), o presidente da Compesa (Companhia Pernambucana de Saneamento), Roberto Tavares, afirmou que a possibilidade de aumentar o racionamento de água na Região Metropolitana do Recife (RMR) não pode ser descartada, apesar de os reservatórios que abastecem o Grande Recife operarem dentro da normalidade.

“Estamos tentando usar a flexibilidade operacional que nós temos para prolongar isso e ver se chega no regime de chuvas sem precisar”, disse Tavares. “Mas nós não vamos arriscar [deixar faltar água]”, completou. A declaração ocorre dois dias depois que o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), revelou preocupação com o abastecimento de água na RMR.

Nas cidades da parte norte do Grande Recife, o racionamento foi aumentado depois que o Reservatório de Botafogo chegou a apenas 16% da capacidade. Na semana passada, a Compesa anunciou que pode ser que usar o volume morto de Botafogo para continuar abastecendo as cidades de Olinda, Abreu e Lima, Igarassu e Paulista.

“Apesar do conforto que temos hoje na Metropolitana Sul, a gente sabe que não aguenta um ano e meio ou dois anos e seca”, admite Roberto Tavares, que lembra o racionamento realizado em 2013 por causa da falta de água no Reservatório de Pirapama.

Nesta terça-feira (24), o presidente da Compesa vai se reunir com o governador Paulo Câmara para apresentar a situação de abastecimento de todas as regiões de Pernambuco.

O Governo do Estado trabalha agora com a possibilidade de acelerar obras de segurança hídrica, como as barragens do Engenho Pereira, em Moreno, e do Engenho Maranhão, em Ipojuca, e a transposição das águas do Rio Capibaribe para o Lago de Botafogo.

Além disso, técnicos da Compesa e do governo estarão reunidos nesta quarta (25) e quinta (26) com representantes do Ministério da Integração Nacional para tentar liberar recursos para agilizar a conclusão da Adutora do Agreste.

“Nós precisamos que o governo federal acelere e pactue o volume de recursos que vai passar para a gente, para que a gente possa resolver essa obra em 12 meses”, afirma Tavaes.

Ele nega que a construção da Adutora esteja paralisada, mas reconhece que as obras estão num ritmo aquém do desejado.

Segundo o presidente da Compesa, R$ 350 milhões já foram investidos na Adutora do Agreste, mas outros R$ 770 milhões são necessários para concluí-la.

Além disso, a Companhia apresentou ao Ministério da Integração o projeto para construir uma nova adutora capaz de agilizar a captação de água da Transposição do Rio São Francisco, ainda em andamento, para abastecer a Adutora do Agreste.

Do blog de Jamildo

Compartilhe essa notícia:

Edital de concurso da Câmara de Olinda só deve sair na sexta

Câmara Municipal de Olinda

Ficou para sexta-feira (27) a publicação do edital do concurso público para a Câmara Municipal de Olinda, programada para esta segunda-feira (23). Segundo a comissão organizadora, a alteração foi necessária para que fossem feitos ajustes no calendário de execução do edital e nos prazos para divulgação dos resultados. O edital do certame estará disponível para consulta no site www.camaraolinda.pe.gov.br ou no site da Consulplan, no endereço:www.consulplan.net.

A Câmara vai preencher 23 vagas para nível médio e as provas devem ocorrer entre maio e junho de 2015. O valor das inscrições deve ser de R$ 75.Segundo a assessoria de imprensa do Legislativo municipal, há mais de 40 anos que não se realiza concurso na casa.

A comissão organizadora do concurso vem se reunindo desde janeiro para fechar as regras do edital, além de discutir questões como a logística e estrutura do concurso, edital, ponto de corte, disciplinas e tipo de prova.

Do Diario de Pernambuco

Compartilhe essa notícia:

ProJovem Olinda prorroga inscrições e abre turmas em novas localidades

Agora, além do bairro de Amaro Branco, outras duas localidades estão abrindo novas turmas do programa: Peixinhos e Alto do Sol Nascente. Para se matricular, é necessário levar um documento de identificação e uma declaração ou histórico escolar do ano até onde a pessoa estudou. Caso não tenha a documentação escolar, o interessado pode fazer um teste de proficiência em leitura e escrita. Ao finalizar o curso de Turismo, o estudante estará habilitado para atuar nas áreas de cumim, recepcionista de hotel e recreador.

O ProJovem Urbano é um programa do Governo Federal de iniciação profissionalizante. Com uma equipe de quatorze profissionais em Olinda, o curso tem duração de um ano e seis meses e funciona no turno da noite a fim de atender aos estudantes que trabalham durante o dia. Ao finalizar o curso, o aluno garante a conclusão de todas as etapas do Ensino Fundamental. Em 2014, cerca de 300 alunos foram atendidos, em Olinda, pelo programa. Quem frequenta as aulas, tem direito a uma bolsa mensal de R$100.

Seguem os endereços das escolas municipais com inscrições abertas para o ProJovem Olinda:

-Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus, Rua Frei Afonso Maria, Amaro Branco. Fone: 3439.2836

-Escola Municipal Ministro Marcos Freire, Av. Pirâmide S/N, Alto do Sol Nascente. Fone: 3443-0044

-Escola Municipal Monsenhor Fabrício, Av. Antonio da Costa Azevedo, S/N Peixinhos. Fone: 3426-3338

Quem quiser outras informações sobre o curso pode telefonar para o número 3439.6294.

Compartilhe essa notícia:

Ambientalista diz que Compesa mente sobre causas da crise hídrica na Barragem de Botafogo

Por Herbert Tejo
Presidente do Fórum Sócio Ambiental de Aldeia (FSaA)

Na semana passada, a Compesa anunciou o estado de quase calamidade em que a Barragem de Botafogo se encontra.

Com apenas 16% de sua capacidade, e caindo, o baixo nível da reserva já prejudica quatro municípios do norte do estado (Olinda, Igarassu, Paulista e Abreu e Lima), que desde dezembro de 2014 tem seu fornecimento racionado.

A explicação do órgão público é a de falta de chuvas.

Para o Fórum Socioambiental de Aldeia, a informação não é correta e basta analisar os gráficos das precipitações pluviométricas dos últimos anos para provar esta afirmação.

Através de gráficos de estudos em dois dos principais postos de medição pluviométrica localizados na área de influência da barragem – Igarassu (Barragem Catucá) e Araçoiaba (Granja Cristo Redentor, que iniciou medições em 2013), o FSaA demonstra a discrepância existente entre os dados apresentados à mídia e à população e os registrados pela APAC (Agência Pernambucana de Água e Clima).

“Definitivamente não se pode atribuir à falta de chuva o colapso da Barragem Botafogo, e por consequência o déficit do Sistema Botafogo, do qual a represa é o principal protagonista, mas não único. É uma tese falsa. É uma ideia que tenta camuflar as verdadeiras razões pelo colapso que passa a represa”, diz o engenheiro Herbert Tejo, presidente do FSaA. No gráfico, lê-se uma comparação entre os índices das estações Catucá e Araçoiaba nos anos 2013 e 2014:

“Como moradores de Aldeia e, portanto, residentes da área de influência da Barragem de Botafogo, definitivamente não foi o que observamos ao longo de 2014. Pelo contrário, foi um ano que choveu bem. Quem pedalava nas trilhas de Aldeia enfrentou lama o ano inteiro, gramados praticamente não foram aguados e permaneceram verdes, enfim, a lembrança é a de um ano chuvoso!”, diz Tejo.

“Deveria, portanto, haver algo errado”, diz.

Para o presidente da entidade ambientalista, o problema é que o Estado de Pernambuco e a Compesa não cuidam dos rios que alimentam o Sistema Botafogo, nem do território que forma a bacia hidrográfica de seus mananciais.

“A verdade é que desde o início da operação do sistema, em 1986, o que se tem visto é destruição de matas, de matas ciliares, de matas que protegem as nascentes e os cursos dos rios, da extinção de nascentes, do adensamento populacional em Área de Proteção de Mananciais”, diz Herbert Tejo. “Sem matas não há nascentes nem rios e que o caso Cantareira está estampado na mídia mostrando na pele de milhões de pessoas esta verdade”.

Segundo Herbert Tejo, ironicamente no mesmo ano de 1986 foi decretada uma lei estadual (a nº 9.860, de 12 de agosto), cujo objetivo era “Delimitar as áreas de proteção dos mananciais de interesse da Região Metropolitana do Recife, e estabelecer condições para a preservação dos recursos hídricos”.

“Ocorre que essa Lei é desrespeitada sistematicamente pela CONDEPE/FIDEM e pela CPRH, responsáveis pelo licenciamento de empreendimentos. Condomínios e loteamentos pipocam na região, provocando adensamento populacional, o que contraria frontalmente o espírito da lei e suas determinações”, afirma.

“As duas instituições autorizaram a construção de um complexo de termelétricas que queimam 3.000.000 (três milhões) de litros de óleo diesel por dia exatamente defronte da represa de Botafogo! Dentro da área central da bacia hidrográfica, onde se situam os rios que compõem o sistema. Como se não fosse suficiente, a CONDEPE/FIDEM defende um trajeto de ARCO VIÁRIO que destruirá as matas que protegem as nascestes dos rios PITANGA e UTINGA, depois do CATUCÁ, os principais rios que formam o Sistema Botafogo. É surreal!”, diz, declarando-se espantado.

Para os vários profissionais que compõem o FSaA – entre eles engenheiros, biólogos e agrônomos – diversos elementos influenciam a queda drástica nos níveis d’água do reservatório. Porém, o volume de chuvas certamente é o que menos sugere o colapso. De acordo com os estudos da entidade, os fatores principais são outros.

“A falta de vegetação ciliar ao longo dos rios Catucá, Cumbe, Pilão e Arataca/Jardim que alimentam a represa, a falta de vegetação ciliar na própria represa e em seu entorno ampliado que resulta num alto grau de evaporação, a desertificação da região, a provável perda ao longo do sistema, o provável aumento do consumo e o assoreamento resultante do desmatamento”, lista.

“Concluindo, fica o questionamento do Fórum Socioambiental de Aldeia sobre a correção dos dados divulgados pela Compesa e o porquê do segredo. Fica também a pergunta às autoridades e à própria população pernambucana. Que tipo de futuro estamos preparando para as novas gerações e para nós mesmos, já que as consequências do descaso já estão aí assombrando em forma de racionamento e com o caso Cantareira que não nos deixa esquecer?

Compartilhe essa notícia:

Obras de estádio em Olinda seguem a passo lento e sem resposta do poder público local

Obras de estádio em Olinda seguem a passo lento e sem resposta do poder público local - Informe-PE

Em um país calejado pela má gestão da coisa pública, a construção de um estádio de futebol em Olinda entra para o rol de exemplos de dinheiro público mau gasto. Com último custo estimado em R$ 10.545.712,63 e projetado para servir de centro de treinamento na Copa do Mundo, o estádio Grito da República, em Rio Doce, deveria ter ficado pronto em dezembro de 2012. Prazo estourado em muito e que foi estendido para março ou abril de 2014. Entretanto, as obras ficaram 22 meses paradas, a Copa passou e veio nova promessa. De dezembro de 2014, no máximo janeiro de 2015, não passaria. Estamos em fevereiro de 2015 e nada de inauguração. E, como se as autoridades fizessem questão de mostrar o quanto o descaso é a marca indelével da sua relação com a população, a Secretaria de Obras do município, mesmo contactada por quatro dias consecutivos, não respondeu aos questionamentos da reportagem. Não se sabe, portanto, quando o estádio vai ser, finalmente, entregue à população olindense.

Obras de estádio em Olinda seguem a passo lento e sem resposta do poder público local_Informe-PE

O nome escolhido pela prefeitura de Olinda para o estádio com capacidade para 10.700 lugares soa como o suprassumo da ironia diante de tamanho descaso: Grito da República – do latim res publica, “coisa pública”. A obra foi retomada em setembro de 2014 com a promessa de ser concluída em três/quatro meses. Passados cinco meses desde a volta dos trabalhos de construção, o avanço nas obras é evidente, porém muito aquém do que se deveria esperar. Principalmente para um estádio que, de acordo com as autoridades locais, já era suposto estar em uso.

É possível visualizar que o terreno já se encontra em fase de preparação para a base que vai receber o gramado. Os avanços, contudo, aparentam tímidos no que toca aos acabamentos, principalmente das arquibancadas, fase, como se sabe, bastante delicada de qualquer construção. As arquibancadas com várias pixações, inclusive, ainda refletem os tempos de total abandono da obra, que levou a população local ao desespero, atormentada pela criminalidade que assolava as redondezas.

Violência que, por sinal, embora tenha diminuído, segue a tirar o sossego dos cidadãos. Em setembro do ano passado, o secretário executivo de Obras, João Batista, havia prometido a construção do muro de fechamento do estádio. Algo que, como tudo neste estádio, ainda não foi concluído. Em volta da obra, junto ao canal que margeia a Avenida México, foi erguida uma mureta de não mais de um metro de altura. O que não impede a entrada de estranhos ao local.

“Ainda entram aí sim. Principalmente dia de domingo”, disse o comerciante Gilvan dos Santos. “Ontem mesmo tinha gente lá dentro. E de lá é muito fácil pular para dentro do condomínio, por causa da areia, que deixou o nosso muro baixo para quem está dentro”, queixou-se a estudante Mayhanne Cockles, que mora ao lado da obra. “A segurança por aqui é tão boa, que já levaram duas motos de dentro da minha garagem”, ironizou, complementando, Gilvan.

Mais problemas
Outra reclamação constante dos moradores diz respeito ao canal, que fica por trás do que, espera-se, um dia vai ser o principal estádio de Olinda. Em setembro passado, a reportagem do Superesportes descreveu o cenário assim: “Tomado por mato e lixo, ele expõe os moradores a uma situação de insalubridade. Quando chove, piora tudo.” Cinco meses depois, a situação é a mesma.


Obras de estádio em Olinda seguem a passo lento e sem resposta do poder público local_Informe-PE 02
João Batista, secretário executivo de obras, havia prometido “uma grande ação para limpeza do canal.” De acordo com os moradores da região, nada foi feito. “O canal continua sujo, quando chove alaga tudo”, lamentou a vendedora Tatiane Maria. “O canal continua uma imundice”, reclamou Gilvan dos Santos. O aposentado Wilson Bion, 70, também demonstrou seu receio. “Estou com medo das chuvas. Vai invadir todas as casas.”

Perguntas sem respostas
Durante quatro dias consecutivos, a reportagem tentou obter informações acerca do andamento das obras por parte da secretaria de obras de Olinda. Primeiro, com a assessoria de imprensa do município, que recomendou que se falasse diretamente com o assessor de imprensa da referida secretaria. De todas as dúvidas que ficaram por ser elucidadas, apenas uma foi respondida, pelo assessor Daniel Vilarouca. De acordo com Vilarouca, o estádio ainda não foi inaugurado devido ao falecimento do engenheiro responsável. Questões como o percentual de andamento da obra, o custo atualizado da construção e a previsão de inauguração, ficaram sem respostas, segundo o assessor, por falta de tempo na agenda dos secretários – Hilda Gomes e João Batista – para atenderem a reportagem. Há circunstâncias em que o silêncio, mais do que qualquer grito, é ensurdecedor.

Custos
R$ 7,1 milhões era o custo estimado em 2008
R$ 10.545.712,63 era o custo estimado em setembro de 2014
R$ 7,75 milhões está a cargo do governo federal, através do Ministério do Esporte
R$ 2.795,712,63 é a contrapartida do município de Olinda

Com informações do Super Esportes

Compartilhe essa notícia:
background