domingo, novembro 18, 2018
Home > Concurso > Aprovados em concurso, candidatos a segurança metroferroviária cobram da CBTU contratação

Aprovados em concurso, candidatos a segurança metroferroviária cobram da CBTU contratação

97 candidatos aprovados em 2014, para o cargo de ASO (Assistente Operacional – Segurança Metroferroviária) no concurso realizado pela CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) estão cobrando da empresa suas respectivas contratações e finalmente o ingresso nas plataformas que cortam a Região Metropolitana do Recife. Os candidatos foram aprovados em todas as etapas do certame, incluindo, exames psicológicos, testes de aptidão física, já foram entregues todos os exames solicitados pela empresa e inclusive já fizeram o exame Ocupacional, restando apenas a convocação para contratação, tendo em vista já terem cumprido todas as etapas do Edital.

As etapas complementares realizadas pelos candidatos, só foram possíveis através de decisão judicial, que obrigou a CBTU a realizar a convocação.

Cientes da convocação para a contratação por ordem judicial, muitos candidatos, que já gastaram valores altos na realização dos exames solicitados pela empresa, pediram até demissão dos seus empregos atuais tendo em vista a certeza da contratação.

Na busca de informações referentes a convocação para contratação, ontem 13/08/2018, o RH da CBTU aqui em Recife, informou, para surpresa de muitos, que o jurídico da empresa não indicou a CBTU realizar as devidas contratações em prazo estabelecido pela justiça, por entender que a decisão judicial não está clara, atitude que, se confirmada, infringe a decisão tomada pelo juízo competente que, de forma clara e objetiva, ordenou a contratação de todos os aprovados no referido concurso.

Vale ressaltar, que os candidatos estão sob Liminar de 2ª instancia (tutela de urgência) para que a decisão seja cumprida até o prazo final do concurso, que vence em 16 de setembro de 2018.

Enquanto a CBTU luta pela não contratação dos concursados para a área da segurança, a população sofre com assaltos diários ocorridos nas plataformas e vagões dos trens que levam diariamente 400 mil usuários a viverem momentos de tensão constantes, tendo em vista o completo abandono que, apenas 67 agentes operacionais não conseguem dar conta, devido a complexabilidade do sistema metroferroviário no estado.

Fonte: Blog Will Menezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *