sexta-feira, agosto 17, 2018
Home > Alepe > Alepe pode ter CPI sobre desvios apontados na Operação Torrentes

Alepe pode ter CPI sobre desvios apontados na Operação Torrentes

Está em curso, na Alepe, a coleta de assinaturas para a abertura de uma CPI que deve apurar possíveis desvios de recursos públicos destinados à recuperação de municípios da Mata Sul arrasados por enchentes em 2010 e 2017. A Operação Torrentes, da Polícia Federal, investiga o caso. O deputado Edilson Silva, do PSOL, defendeu a criação do colegiado: “Diante de seis operações, diante de tantos indícios, diante de fatos objetivos extremamente robustos, é necessário que esta Casa se pronuncie.”

O líder da Oposição, deputado Sílvio Costa Filho, do PRB, apoiou a CPI e informou que, nesta quinta, a bancada vai visitar cidades da Mata Sul: “Nós sabemos que, desde 2010, foram prometidas várias obras, que até agora não saíram do papel, a exemplo do São Sebastião 1, do São Sebastião 2, que eram habitacionais que foram prometidos lá em Maraial”. Edilson Silva informou que já haviam sido coletadas nove assinaturas. Para instalar a CPI, é preciso conseguir 17.

O mau estado de conservação das rodovias em Pernambuco voltou a ser apontado pelos parlamentares. Augusto César, do PTB, indicou problemas na PE-430: “Na estrada que dá acesso ao município de Paranatama, existe um trecho de dois quilômetros sem condições de tráfego. Não foi feito recapeamento, nem recuperação, absolutamente nada.”

Rodrigo Novaes, do PSD, vice-líder do Governo, disse que os parlamentares têm dificuldade em contatar o secretário estadual de Transportes e falou sobre um trecho da PE-360: “Eu chamo atenção para a estrada, a PE-360, que liga Ibimirim a Floresta. Semana passada um cidadão capotou o carro por conta dos buracos que tinham ali. É inconcebível que isso aconteça.”

A queda no número de vagas do Programa Universidade para Todos em Pernambuco, o PROUPE, levou à tribuna o deputado Odacy Amorim, do PT. Ele afirmou que os estudantes inscritos, que já foram treze mil em 2015, caíram para quatro mil e duzentos.

Odacy e Edilson Silva ainda se solidarizaram com a família da menina Beatriz, assassinada em Petrolina, no Sertão do São Francisco, em 2015. Edilson criticou a troca da equipe de investigação da Polícia Civil que acompanha o caso, ainda não solucionado.

O atraso no pagamento da bolsa-auxílio aos formandos do curso de preparação da Polícia Civil motivou pronunciamento do deputado Álvaro Porto, do PSD.

Rodrigo Novaes parabenizou o Poder Executivo por enviar a Lei Anticorrupção à Alepe. O deputado afirmou que o texto, elaborado e sugerido por uma Comissão Especial da Assembleia, deve evitar atos de corrupção pelos entes públicos.

O Seminário “Pensando o Controle Social da Política da Pessoa com Deficiência”, que será realizado na próxima segunda, no Auditório Senador Sérgio Guerra, na sede da Assembleia, foi anunciado pela deputada Terezinha Nunes, do PSDB: “Temas como a participação de entidades de defesa das pessoas com deficiência no controle social, os trabalhos desenvolvidos pela Frente Parlamentar e pela CEAD no controle social e acompanhamento das políticas públicas serão discutidos”.

Ainda durante a reunião plenária, Roberta Arraes, do PSB, enalteceu a trajetória do empresário Valdeir de Andrade Batista, um dos homenageados dessa quarta na entrega da Medalha Leão do Norte, realizada pelo Poder Legislativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *