quarta-feira, setembro 19, 2018
Home > Justiça > Acusado de pirâmide financeira, dono da Priples responderá em liberdade

Acusado de pirâmide financeira, dono da Priples responderá em liberdade

Com alvará de soltura expedido no fim da tarde desta quinta-feira pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), o empresário Henrique Maciel Carmo Lima, dono da Priples, foi solto. O habeas corpus foi concedido para o empresário e a esposa, Mirele Pacheco de Freitas, que foram presos no início do mês sob suspeita de crime contra a economia popular e formação de esquema de pirâmide financeira.

A defesa do casal aguardava a expedição do alvará de soltura desde o início da semana, quando foi concedido o habeas corpus. Nesta quinta-feira, o empresário, que estava no Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel), foi transferido para o Presídio de Igarassu. A mulher de Henrique, no entanto, irá passar a noite na Colônia Penal Feminina do Recife, no bairro do Engenho do Meio, Zona Oeste do Recife, porque o setor penal do presídio só funciona até as 18h.  Os dois irão aguardar o julgamento do processo em liberdade.

Segundo os advogados Eduardo Trindade e Fernando Lacerda Filho, a defesa alegou que o empresário e a esposa eram réus primários e tinham bons antecedentes criminais. Eles questionaram a necessidade da medida extrema da prisão. O processo corre em segredo de justiça.

Eduardo Trindade afirmou que o inquérito policial já foi concluído e o processo está com o Ministério Público estadual, que pode oferecer denúncia e o caso ir a julgamento, pedir mais diligências sobre o assunto ou pedir o arquivamento do processo.

O advogado informou, ainda, que está aguardando a decisão do Ministério Público para definir os próximos passos da defesa. Ele alegou que o empresário nunca se omitiu dos fatos e continuará ajudando a justiça a prestar os esclarecimentos que forem solicitados. Com informações do JC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *