sexta-feira, agosto 18, 2017
Home > Destaque > Jovem é vítima de latrocínio em Goiana e polícia prende suspeito

Jovem é vítima de latrocínio em Goiana e polícia prende suspeito

Rapaz dirigia um veículo quando foi abordado por suspeitos em uma motocicleta no centro da cidade. Suspeito confessou que atirou contra a vítima

Um jovem de 21 anos foi morto com um tiro no rosto durante uma tentativa de assalto na região central da cidade de Goiana, na Mata Norte de Pernambuco. Edvaldo José Valença da Silveira Neto dirigia um veículo quando foi abordado por suspeitos em uma motocicleta. As policias Civil e Militar de Pernambuco prenderam um homem suspeito do crime horas após o latrocínio e permanecem procurando outros envolvidos no crime.

O crime aconteceu na manhã desta quinta-feira (8) na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca. De acordo com a Polícia Civil, os criminosos dispararam contra o carro, fazendo que a vítima perdesse o controle do veículo que bateu em um poste.

O velório de Edvaldo deve ocorrer na manhã desta sexta (11), na funerária São Luiz, na Rua Vidal de Negreiros, em Goiana.

PRISÃO

Horas após o crime, Thiago Gomes da Silva, de 25 anos, foi preso em flagrante e confessou que atirou contra Edvaldo. A prisão foi realizada pelos delegados Herbert Willians, da delegacia de Itambé, também na Zona da Mata do Estado, e Romeu Ricardo, de Goiana, prenderam com o apoio de policiais militares da 3ª Companhia Independente da PM.

De acordo com o delegado Herbert Willians, o suspeito foi encontrado na casa de parentes onde tentava se esconder. O homem foi autuado na delegacia de Goiana e deve ser levado para audiência de custódia em Nazaré da Mata nesta sexta-feira (9). Ainda segundo o delegado, além de Thiago, o crime teria sido realizado por outros dois ou três homens.

O suspeito já havia sido preso em maio de 2012 por roubo e entrou no regime semiaberto em janeiro de 2014 e fugiu no mesmo ano da Penitenciária Agroindustrial São João (PAISJ), em Itamaracá, no Litoral Norte de Pernambuco. Ele foi preso novamente em agosto de 2014 por porte ilegal de arma e estava em liberdade condicional desde março deste ano.

Do JC Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *