quarta-feira, outubro 18, 2017
Home > Olinda > Câmera de segurança flagra bandidos roubando carro em Olinda

Câmera de segurança flagra bandidos roubando carro em Olinda

A câmera de segurança instalada numa casa da Rua Canela, em Ouro Preto, Olinda, no Grande Recife, flagrou o momento que um carro modelo S10 de cor azul é roubada por bandidos no final da manhã desta quinta-feira (10). O veículo pertencia a um amigo do dono da residência, o programador Vinícius Falcão, 25 anos, que havia ido ao local prestar um serviço.

Nas imagens, gravadas por volta das 11h30, é possível ver quando o proprietário da caminhonete deixa a casa do amigo, fecha a caçamba do carro e entra no veículo. É neste momento que um segundo carro, modelo Siena, fecha a passagem e dois homens descem armados para cometer o roubo. Num momento de reação, a vítima volta até o veículo e pede que os assaltantes lhe entreguem o celular que ficou dentro do carro. O pedido é atendido e o dono da caminhonete volta para a casa do amigo.

VEJA O VÍDEO:

“O meu amigo trabalha com mármore e tinha vindo aqui na minha casa colocar uma pedra. Não dá para ter certeza porque a câmera não consegue pegar, mas é como se os bandidos estivessem esperando ele sair. Ele disse que assim que saiu da minha casa ouviu o barulho de pneus cantando e logo depois eles chegaram para roubar o carro dele”, contou Vinícius que reclama da onda de insegurança no bairro de Ouro Preto, em Olinda. “Hoje em dia a gente chega em casa e tem sair correndo para abrir o portão e não ser assaltado”, completou.

Ainda segundo o amigo, a vítima relatou que conseguiu identificar que os bandidos estavam armados com uma espingarda calibre 12 de cano serrado e o um revolver calibre 32. De acordo com Vinícius Falcão, o veículo roubado tinha rastreador e foi encontrado abandonado no bairro da Tamarineira, na Zona Norte do Recife. Mesmo tendo recuperado o veículo, a vítima prestou queixa na Delegacia de Afogados. A reportagem tentou contato com o homem que teve o carro roubado mas ele não foi encontrado para repercutir o caso.

Do JC Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *