Paulista oficializa sexta ordem de serviço em menos de uma semana

DSC_0008

Os moradores da comunidade de Jardim Paulista Baixo têm mais um motivo para comemorar. Na tarde desta sexta-feira o vice- prefeito do Paulista, Jorge Carreiro, através da Secretaria de Infraestrutura, assinou mais uma ordem de serviço no local. A ação contemplará os 485m de extensão da Rua 93, em uma área de 1.940m². Esta é a terceira via, em menos de uma semana, contemplada com ordem de serviço no bairro.

Morador há 37 anos do local, o aposentado Manoel Pereira de Lira, conhecido como Seu Louro, não conteve a emoção ao falar sobre o prazer de poder prestigiar o momento tão sonhado. “A alegria que estou sentindo não tem tamanho. Finalmente podemos afirmar que um prefeito olhou por nós. Agora é só aguardar ansioso o começo das obras e por fim a conclusão do calçamento na nossa rua”, ressaltou.

O que estamos fazendo aqui hoje não é nada mais que a nossa obrigação. Estamos firmando, mais uma vez, o compromisso de melhorar a vida dessas famílias. Vocês não precisam nos agradecer. Esse é um direito da população e um dever nosso que fazemos parte desta gestão”, afirmou o vice-prefeito.

Em menos de uma semana essa é a sexta rua que o gestor municipal autoriza a realização de trabalhos de pavimentação. Os recursos para a pavimentação da via fazem parte de um convênio com o Governo do Estado (Secretaria das Cidades). Este pacote total de obras está orçado em aproximadamente R$ 1,6 milhões e vai beneficiar comunidades historicamente esquecidas do município.

Da assessoria

Guilherme Uchoa será agora um presidente “sub judice”

Guilherme Uchoa - suadoApós a liminar contra a reeleição de Guilherme Uchoa (PDT), presidente da Assembleia Legislativa, a Casa corre o risco de não ver final na batalha sobre o seu principal cargo nesta legislatura. Ainda que vencedor na disputa imediata, no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Uchoa terá que lidar com um fato: continuará presidente sub judice.

É curioso analisar as diferentes consequências do caso, que continuará seguindo na Justiça. Para se ter uma ideia, se o final da história fosse hoje, seu trânsito em julgado, o prazo que consolida a última decisão, seria cumprido daqui a 2 anos, pelo menos, mais do que toda a atual legislatura.

Isso permite várias leituras. Uma vem do fato de o chefe do Legislativo ter seu mandato questionado na Justiça: as potenciais dúvidas que podem decorrer daí, por exemplo a precariedade ou não de seus atos. É uma tese que serve ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Pernambuco, Pedro Henrique Reynaldo, para quem Uchoa deveria mesmo era renunciar, para evitar tudo isso.

Mas também cabe uma visão pragmática do caso. Finda a atual legislatura, a espera pela tal “decisão final” perde a razão de ser. Tendo em vista o papel da Procuradoria Geral do Estado, Uchoa passaria a dever ao governador Paulo Câmara (PSB) por resolver a questão por tempo suficiente para o fim do mandato, ao mandar o caso diretamente para o presidente do TJPE, Frederico Neves.

Da Coluna Pinga-Fogo desde sábado

Grupo protesta contra vinda de Lula a Pernambuco

Um grupo de manifestantes se reuniu, no início da tarde desta sexta-feira (17), contra a vinda do ex-presidente Lula (PT) a Pernambuco. O petista participa da festa de inauguração da fábrica da cervejaria Itaipava do Grupo Petrópolis, em Itapissuma, onde ministra palestra motivacional.

Portando placas e usando narizes de palhaço, os manifestantes fizeram ato por volta das 14h no Marco Zero, no Bairro do Recife. Os manifestantes fazem parte do Grupo Vem Pra Rua, que tem organizado protestos pelo País contra a presidente Dilma Rousseff (PT), a corrupção e o PT. O grupo ainda divulgou uma carta de repúdio na qual critica a vinda do ex-presidente.

Cal Volia diz que Itaipava irá mudar a vida dos pernambucanos

Cal Volia (PSDB) Informe-PE

O prefeito de Itapissuma, Cal Volia (PSDB), também discursou na inauguração da fábrica da Itaipava. O empreendimento é sediado no município de Itapissuma, Região Metropolitana do Recife (RMR).

Cal, falou da satisfação de ter uma obra desse porte em Itapissuma e afirmou, ainda, que a empresa vem para mudar a vida dos pernambucanos.

“Não poderia deixar de agradecer ao ex-governador Eduardo Campos (PSB), agradecer a Lula, que fez a parceria, inclusive pela duplicação da BR (101), que foi na gestão dele. Agradecer a Paulo Câmara, que estava junto com Eduardo e trouxe a fábrica para a gente”, discursou o prefeito.

Por Rafaela Martins, do InformePE

PSB não apoiará eventual pedido de impeachment

Na contramão dos partidos de oposição, o diretório nacional do PSB se reuniu em Brasília e decidiu que não apoiará eventual pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Apesar dessa posição, a sigla diz que escutará “as vozes das ruas”.

“O PSB neste momento está muito envolvido no sentido de construir com a sociedade e as forças políticas a retomada do crescimento. É importante ter uma agenda de desenvolvimento para o País, que volte a distribuir renda e melhore a qualidade de vida da população”, disse nesta sexta-feira (17) o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), após solenidade alusiva aos 55 anos de Brasília, realizada nesta tarde no plenário da Câmara dos Deputados.

A sigla reiterou sua posição de independência em relação ao Palácio do Planalto, ou seja, se coloca fora da base governista, mas também não integra formalmente o bloco de oposição. “Não se trata, portanto, de uma definição contra ou a favor do governo, mas de um alinhamento intransigente às causas populares e aos interesses de nosso País”, disse o presidente do partido, Carlos Siqueira, em carta lida na abertura da reunião.

O diretório nacional também fechou posição contrária à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê a redução da maioridade penal e ao projeto regulamentando o trabalho terceirizado no País.

Fonte: Estadão Conteúdo

PT não recebe mais doação empresarial

O Diretório Nacional do PT divulgou nesta sexta-feira (17) uma resolução política em que suspende o recebimento de doações de empresas privadas ao partido. A decisão vale imediatamente e será oficializada em junho, quando acontece o congresso do PT, na Bahia.

“Ao mesmo tempo que lutamos pelo fim do financiamento empresarial decidimos que os Diretório Nacional, estaduais e municipais não mais receberão doações de empresas privadas, devendo essa decisão ser detalhada, regulamentada e referendada pelos delegados (as) no 5o Congresso Nacional do PT”, diz o documento oficial do partido divulgado nesta sexta.

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, explicou que no início de maio o partido lançará um programa para “estimular contribuições de pessoas físicas”. Via e-mail e whattsapp o PT vai “convidar” filiados e simpatizantes a fazer doações de R$ 15 a mil reais por mês. Quem é filiado ao partido terá que contribuir obrigatoriamente com pelo menos R$ 15 mensais.

“O fato de deixar de receber doações empresariais não significa que qualquer contribuição desse tipo que recebemos tenha qualquer tipo de mácula”, afirmou Falcão.

Da Folha de São Paulo

PSDB pede impeachment na próxima semana

A Executiva do PSDB vai protocolar em duas semanas na Mesa da Câmara dos Deputados o pedido de impeachment da presidente Dilma, dizem líderes da legenda. O partido encomendou parecer ao jurista Miguel Reale Junior. Confiaram a missão ao ex-ministro da Justiça de Fernando Henrique, com aval do ex-presidente, por ser um dos seus e um dos mais conceituados juristas do País.

A priori, os tucanos apontam três razões para embasá-lo: a investigação da Justiça sobre doação de empresas para o comitê do PT com dinheiro de propinas de contratos da Petrobras; a triangulação com uma gráfica usada pelo então tesoureiro Vaccari Neto para receber propinas; e principalmente a ‘pedalada fiscal’, apontada pelo TCU como passiva de crime de responsabilidade.

Os líderes do PSDB no Congresso Nacional passarão o feriadão de 21 de abril em telefonemas e no aplicativo WhatsApp para afinar o discurso a partir de quarta-feira. O pedido deve ser assinado pelo líder na Câmara, Carlos Sampaio. O presidenciável Aécio Neves (MG) por ora age com cautela, mas com o parecer vai encampar a ideia.

Da Coluna Esplanada

Pedaladas fiscais vêm desde FHC, diz Cardozo

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse nesta sexta-feira, 17, que o atraso nos repasses do Tesouro Nacional começou em 2001, ainda na gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “Os que hoje fazem essa acusação fizeram a mesma coisa no passado”, disse o ministro, em referência ao PSDB.

Nesta quinta, o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), indicou que a confirmação pelo Tribunal de Contas da União (TCU) de que houve irregularidades com a prática das “pedaladas fiscais” pode levar o partido a endossar o pedido de afastamento.

O ministro da Justiça disse não estar “nem um pouco preocupado com acusações infundadas. “Mas é meu dever esclarecer a população para que ninguém seja iludido com tentativas de buscas de fato (que motivam impeachment) quando nada existe”, completou Cardozo, em entrevista concedida à imprensa da qual participaram também o Advogado-Geral da União, ministro Luís Inácio Adams, e o procurador-geral do Banco Central, Isaac Sidney Ferreira.

Após fazer defesa da regularidade das chamadas “pedaladas fiscais” e criticar a indicação do PSDB de que o caso pode fundamentar um pedido de impeachment, Cardozo afirmou que a presidente Dilma Rousseff “sabe que o jogo político é esse” e “sabe que a oposição quer criar factoide”.

O ministro disse que a oposição quer procurar fatos para construir o pedido de impeachment. Ao ser questionado sobre o pedido do PT de fora “FHC” durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ministro respondeu: “Não cabe a mim ficar analisando a história. Respondo pelo presente e pelo governo nesse momento. Não há fato imputável à presidente”.

Cardozo diz que a oposição procura desesperadamente um fato e não acha. “Quem perde a eleição tem o devido direito de fazer oposição, mas não o direito de reivindicar o impeachment que só pode acontecer diante de fatos”.

Foi a presidente que orientou o ministro a fazer “esclarecimentos” sobre o caso.

“Não há preocupação com discurso da oposição, há resposta”, afirmou Cardozo, em entrevista concedida à imprensa da qual participaram também o Advogado-Geral da União, ministro Luís Inácio Adams, e o procurador-geral do Banco Central, Isaac Sidney Ferreira.

Da Agência Estado

Cunha janta no Alvorada a convite da presidente

“O impensável aconteceu”, afirmou um auxiliar de Dilma Rousseff ao comentar, em segredo, o jantar de Eduardo Cunha na residência oficial da presidente da República nesta quinta (16).

Antes visto como inimigo, o presidente da Câmara foi recebido com pompa no Palácio da Alvorada.

Dilma fez até um “tour” para mostrar à mulher do peemedebista, a jornalista Cláudia Cruz, as dependências da residência oficial.

O jantar a sós foi o primeiro desde que Cunha se elegeu para o comando da Câmara, em fevereiro. Cabe a ele dar seguimento a eventuais pedidos de impeachment, algo que o peemedebista já se recusava a fazer antes mesmo do encontro com Dilma.

O único convidado de fora foi o ministro Jaques Wagner (Defesa). Dilma e ele quiseram saber detalhes do projeto de terceirização que será votado na quarta (22) na Câmara. A presidente pediu que ele explicasse as divergências sobre o assunto.

O grupo também discutiu amenidades –Dilma perdeu mais de 13 kg desde que aderiu à dieta ravenna e levou o assunto ao encontro para quebrar o gelo. Há poucas semanas, a mulher de Cunha, adepta do ciclismo, presenteou a petista com uma cesta de produtos sem glúten.

Da Folha de S.Paulo – Adréia Sadi e Natuza Nery

Em Pernambuco, Lula defende PT sem citar Dilma

 

Em um discurso de 40 minutos, o ex-presidente Luiz Inácio da Silva (PT) não negou seu estilo de jogar com as palavras. Para defender o legado do PT no comando do país, Lula voltou a criticar as elites, defendeu o patrimônio da Petrobras, o ajuste fiscal e os programas sociais implementados no país, a exemplo do bolsa família. O ex-presidente fez tudo isso, sem, no entanto, citar em nenhum momento o nome da presidente Dilma Rousseff (PT), que vem enfrentando duras críticas por conta da crise econômica instalada no Brasil.

Ontem, na inauguração da fábrica da Itaipava, em Itapissuma, ao falar de forma otimista sobre as dificuldades econômicas, Lula reconheceu a existência da crise, da corrupção, mas frisou que existem pessoas boas nas instituições e no país. Ele usou como exemplo de “gente que soube enfrentar a crise” o empresário Walter Faria, dono da Itaipava.

“A gente precisa acreditar na gente e não ficar perguntando o que a presidente, o governador faz ou deixa de fazer. Se hoje, Walter, você já tem 20% do mercado da cerveja em Pernambuco, daqui a um ano vai ter 30%”, disse Lula, ao ressaltar que o empresário foi catador de algodão, venceu as dificuldades e conseguiu abrir duas fábricas no Nordeste, mesmo no meio da crise.

Lula também usou o otimismo para defender a Petrobras. O petista ressaltou que, se houve roubo, que se prenda quem roubou. “Pois é para isso que existe a Justiça. Mas não vamos confundir o que está acontecendo com algumas pessoas com o destino desse país”, afirmou o ex-presidente.

Eduardo Campos
Durante o discurso, o ex-presidente citou várias vezes Eduardo Campos. Chegou a dizer que muita gente tinha ciúme da relação que havia entre os dois. “Quando vinha a Pernambuco, não olhava para Eduardo como pessoa física, mas para quem governava um estado”, frisou Lula.

Ele destacou o nome do ex-governador, que morreu em um acidente aéreo em agosto do ano passado, para defender o reajuste fiscal. “Paulo (o governador Paulo Câmara) sabe que quando Eduardo chegou ao governo, ele fez um ajuste. E você sabe que se a economia desandar é preciso fazer o ajuste para controlar a conta, porque o estado não pode gastar mais do que arrecada. Nós agora estamos fazendo o tal do ajuste, e tem um clima de pessimismo. Mas quem acha que o Brasil vai acabar não conhece o potencial desse país”, advertiu o petista.

Com informações do Diário de Pernambuco

Lula e Câmara brindam por cervejaria no Estado

Celebrando a consolidação de mais um importante investimento para o Estado, o governador Paulo Câmara (PSB) participou, ontem, da inauguração de uma fábrica da Itaipava, em Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife.

Ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ministrou palestra durante a cerimônia, Câmara visitou a planta da unidade, a segunda do Grupo Petrópolis no Nordeste. Foram investidos R$ 600 milhões na fábrica, gerando 1.000 empregos diretos.

O governador enalteceu a decisão do Grupo Petrópolis de instalar uma unidade em Pernambuco. “Essa fábrica consolida nosso Estado como um polo do segmento. Com a estrutura que construímos, a qualificação da nossa gente e com a política tributária desenvolvida no Governo Eduardo, eu tenho certeza que faremos ainda muitas parcerias. Temos uma refinaria sendo implantada, um polo automotivo da Jeep e um estaleiro, além de um polo de alimentos. Pernambuco está se desenvolvendo por inteiro. Isso só se faz com muito trabalho, união, humildade e determinação”, assinalou.

A cerimônia foi marcada por uma homenagem a Eduardo Campos, representado pelos filhos João Henrique e Maria Eduarda. Em uma iniciativa do presidente do Grupo Petrópolis, Walter Faria, uma placa foi afixada na sala de filtração, espaço visitado por Eduardo no dia 2 de abril de 2014, pouco antes dele deixar o Governo. Em 17 de abril do mesmo ano, o também ex-governador João Lyra Neto acompanhou o primeiro envase da cerveja Itaipava.

?Eu tive a sorte de estar junto com Eduardo nos últimos anos, ajudando no desenvolvimento do nosso Estado. Pernambuco se transformou com a ajuda de muita gente; sobretudo do seu povo guerreiro”, afirmou Câmara, ao agradecer a Walter Faria por acreditar no Estado e no potencial dos pernambucanos.

A planta de Itapissuma tem uma área de 185 mil metros quadrados e uma capacidade produtiva de 600 milhões de litros por ano. A empresa, que tem sua sede no Rio de Janeiro, detém 19,6% do mercado de cerveja do Estado e 13,2% do mercado nacional; reforçando sua posição de segunda maior do Brasil. Com sete fábricas no país, o Grupo Petrópolis também é dono de outras cinco marca de cerveja, além de energéticos, isotônicos e outras bebidas, como vodka.

INCENTIVO – O protocolo de intenções para a implantação da cervejaria foi assinado em 2012, ainda na gestão Eduardo Campos. Desde a assinatura, a equipe do governo trabalhou para articular incentivos fiscais e ratificar a permanência da empresa no Estado. Um dos mecanismos utilizados foi a inclusão da planta de Itapissuma do Grupo Petrópolis no Programa para o Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe). O mecanismo é destinado à captação de novos empreendimentos e também à manutenção dos projetos em funcionamento no Estado.

Com informações do blog do Magno

Confira o que abre e fecha neste feriadão

BANCOS – Não haverá atendimento nas agências bancárias no feriado de Tiradentes (21), segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Operações bancárias podem ser feitas por meio de caixas eletrônicos, internet banking, mobile banking, banco por telefone, casas lotéricas, etc. As contas e carnês com vencimento marcado para a data poderão ser pagos no dia seguinte, a quarta-feira (22). Na segunda, o atendimento é normal.

CICLOFAIXA E ACADEMIA RECIFE – Os ciclistas poderão aproveitar a ciclofaixa duplamente neste feriado. No domingo e na terça, o trajeto de 36,5 quilômetros estará disponível, das 7h às 16h. As Academias Recife não funcionarão na terça-feira, mas abrem na segunda.

COMÉRCIO DO CENTRO E BAIRROS – Na segunda, o funcionamento é normal. Na terça-feira, as lojas estarão fechadas.

CORREIOS – Na terça-feira (21) apenas a agência Correios do Aeroporto de Recife funcionará, com horário reduzido das 9h às 13h.

DETRAN – As unidades de Gravatá e Itambé decretaram ponto facultativo na segunda-feira (20). As demais unidades funcionarão normalmente no dia que antecede o feriado. Na terça, todas as unidades estarão fechadas.

ESCOLAS

- Municipais: O funcionamento será normal na segunda-feira. Na terça, escolas e creches fecham.

- Estaduais: Por causa da greve dos professores estaduais, a Secretaria de Educação do Estado orienta que pais e alunos entrem em contato com as instituições de ensino para saber como será o expediente na segunda-feira, já que algumas estão funcionando parcialmente. Na terça, não haverá expediente nas escolas.

ESPAÇOS CULTURAIS – O Museu da Cidade do Recife, localizado no Forte das Cinco Pontas, no bairro de São José, estará aberto no dia do feriado, das 9h às 17h. O Jardim Botânico do Recife estará fechado para visitação na terça-feira.

EXPRESSO CIDADÃO – O expediente na segunda-feira que antecede o feriado será normal. Já na terça, todas as unidades estarão fechadas.

JUSTIÇA

- JFPE: Na segunda-feira, o funcionamento é normal. Na terça, não haverá expediente.

- TJPE: A justiça estadual funcionará em regime de plantão. Durante o Tiradentes, o plantão de 1º Grau será realizado no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, na área central do Recife. Já os de 2º Grau acontecerão no Palácio da Justiça, no bairro de Santo Antônio, todos no horário de 13h às 17h.

MERCADOS E FEIRAS – os mercados públicos funcionarão em horário especial na terça-feira, das 6h às 13h. O Centro de Comércio Popular Calçadão dos Mascates, conhecido como Camelódromo, e o Mercado Público das Frutas não funcionarão. As feiras livres dos bairros funcionam normalmente na segunda e na terça.

SAÚDE – Na segunda, o atendimento é normal em todas as unidades de saúde do Recife. Na terça-feira, as Upinhas 24h estarão abertas para pequenas urgências e atendimento de casos suspeitos de dengue. As Unidades de Saúde da Família e Unidades Tradicionais estarão fechadas no feriado.

Será disponibilizado atendimento 24h para mulheres vítimas de violência nas maternidades municipais Professor Barros Lima, Professor Bandeira Filho e Professor Arnaldo Marques.

Os serviços de urgência e emergência nas Policlínicas Amaury Coutinho, Agamenon Magalhães, Policlínica e Maternidade Professor Barros Lima, Policlínica e Maternidade Professor Arnaldo Marques (Ibura) e no Hospital Pediátrico Helena Moura estarão funcionando normalmente.

SHOPPINGS

- Boa Vista: O shopping funciona normalmente na segunda-feira. Na terça, das 11h às 19h, para lojas e praça de alimentação. O Game Station abre das 11h às 21h e o cinema conforme a programação.

- Guararapes: O mall funciona normalmente, tanto na segunda como no Tiradentes, a partir das 9h até as 22h. O Hiper Bompreço abre às 8h.

- Paço Algândega: Na segunda, abre no horário normal. No feriado, o shopping funcionará das 12h às 21h, com todas as operações.

- Plaza: O mall funciona normal na segunda. Na terça, abrirá das 12h às 21h, para lojas e alimentação

- Recife: Na segunda, abre normal. No feriado, o centro de compras funciona das 12h às 21h, para todas as operações.

- RioMar: Na segunda, funciona normalmente. No feriado, o shopping abre das 12h às 21h, para lojas e praça de alimentação.

- Tacaruna: Na segunda-feira, o funcionamento é normal. Na terça, as operações comerciais do shopping funcionarão das 12h às 21h. O Hiper bompreço abre das 9h às 21h e o cinema das 13h a 0h.

SUPERMERCADOS – Funcionarão normalmente, tanto na segunda-feira como na terça.

CHARGE: Epidemia

Print

Iphan abre nova seleção pública com 48 vagas

O novo processo seletivo simplificado do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) foi lançado no Diário Oficial da União, desta sexta-feira (17/4). São 48 oportunidades para arqueólogos, com salário de R$ 8.300, para 40 horas de trabalho. A Cetro Concursos é a banca responsável pela seleção.

Para participar é exigida experiência de cinco anos, ou ainda mestrado ou doutorado na área.

O concurso vai aplicar provas objetivas no dia 14 de junho e fará avaliação de currículos. As provas serão aplicadas em Brasília/DF, Rio de Janeiro/RJ, Manaus/AM, Belém/PA, Teresina/PI, Natal/RN, Recife/PE, Aracaju/SE, Florianópolis/SC e Cuiabá/MT.

A maioria das chances é para lotação em Brasília (12 delas), as demais vagas são para trabalhar em outras 20 cidades. Os contratos terão um ano de duração, com possibilidade de se estender por até quatro anos.

As inscrições podem ser feitas pelo site www.cetroconcursos.org.br/site, entre 23 de abril e 12 de maio. A taxa custa R$ 195.

Professores municipais de Paulista fazem Operação Merenda na quarta

Os professores da rede municipal de Paulista, no Grande Recife, fazem paralisação de meio expediente na próxima quarta-feira (23). Denominada pela categoria de “Operação Merenda”, a paralisação acontece após a entrega das merendas nas escolas, a fim de garantir a alimentação aos alunos, que necessitam do benefício, segundo o Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino do Paulista (Sinprop).

De acordo com o sindicato, o ato é um “alerta” e a categoria promete fazer greve caso a prefeitura não conceda reajuste salarial. Os professores pedem o valor retroativo referente ao ano de 2015 do aumento do salário de 13,1%.

Na próxima sexta-feira (24) estão marcados dois atos públicos em frente ao centro da cidade, às 8h e 14h, onde a categoria vai decidir se entra em estado de greve.

Lula faz homenagem a Eduardo Campos ao lado de João Campos e Maria Eduarda

Lula sentou ao lado do filho de Eduardo Campos, João Campos, e Paulo Câmara. O dono da empresa mandou beijo para a imprensa, por ter escrito tirando onda que era a terceira inauguração, em um ano.

“É com muita emoção que venho hoje aqui. Me lembro do dia 2 de abril (de 2014) em que vim aqui, deixei a universidade de lado para passar o dia ao lado do meu pai. Percorremos a fábrica da vivix, da fiat e acabamos aqui bebendo uma cerveja”, disse João campos.

Professores dizem que vão manter greve até ao menos dia 27 de abril

Conforme já se sabe, uma assembleia geral dos trabalhadores em educação de Pernambuco, realizada nesta sexta-feira (17), no Teatro Guararapes, em Olinda, deliberou pela continuidade da greve. O movimento paredista completou uma semana nesta sexta-feira. Aproximadamente 2,5 mil trabalhadores em educação participaram do encontro.

“Mesmo após sofrer ameaças do governo estadual e da justiça, os trabalhadores decidiram seguir fortes na mobilização”.

A assembleia desta sexta-feira contou ainda com a presença de alunos da rede estadual de ensino ligados ao movimento estudantil.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco, Fernando Melo, apresentou um balanço das ações deliberadas no último encontro, tal como as atividades realizadas durante esta semana e a inserção de comerciais explicando os motivos da greve em emissoras de rádio e TV. O encontro também serviu para o pronunciamento de líderes sindicais que apoiam o movimento.

Durante a assembleia, o Sintepe foi notificado oficialmente sobre a liminar assinada pelo Desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco Jovaldo Nunes, que determina a volta imediata das atividades. O documento prevê ainda que caso a determinação seja descumprida, a multa diária aplicada ao Sintepe será de R$ 30 mil reais.

Em pronunciamento no encontro, o advogado do Sintepe, Eduardo Pinheiro, esclarecer que a assessoria jurídica do sindicato vai recorrer da decisão. O sindicato tem cinco dias para recorrer da liminar e 15 para apresentar a defesa junto ao TJPE.

“A portaria publicada pelo governo do estado na última terça-feira (14), que prevê o corte de ponto dos grevistas, rescisão do contrato de temporários e deslocamento dos trabalhadores que atuam nas escolas de referência, apresenta diversos pontos contraditórios e que soam como ar de ameaça contra os docentes”, disseram os advogados.

Após as falas, o presidente do Sintepe apresentou as propostas como a continuidade da greve; a inserção de uma nota oficial em emissoras de rádio e TV; mobilização nas escolas na próxima quarta-feira (22) e; uma nova assembleia geral, marcada para o próximo dia 27 de abril, a partir das 14h, em local ainda a definir.

As ações foram aprovadas por unanimidade pela categoria.

Após a assembleia, cerca de 500 professores e alunos seguiram em passeata do Centro de Convenções até à sede da vice-governadoria, no bairro Santo Amaro. No local, uma comissão formada por representante do Sintepe, das centrais sindicais que apoiam o movimento e dos alunos foi recebida pelo vice-governador do estado Raul Henry. Ele se comprometeu a encaminhar ao governador Paulo Câmara as ações deliberadas na assembleia.

Desde o dia 13 de março, os trabalhadores em educação de Pernambuco estão em estado de greve, após o governo anunciar o reajuste do Piso Nacional dos Professores, de 13,01%, para menos de 10% da categoria. Mesmo com a promessa de que o projeto não seria encaminhado à Assembleia Legislativa de Pernambuco, o documento seguiu para o parlamento estadual e foi aprovado, no último dia 31 de março. No dia 10 de abril, os trabalhadores decidiram pela deflagração da greve por tempo indeterminado.

Em Itapissuma, Paulo Câmara faz defesa enfática da permanência de Guilherme Uchoa na Alepe

Lula fez palestra motivacional e Paulo Câmara discursou durante inauguração da fábrica da Itaipava. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

O governador Paulo Câmara (PSB) demonstrou toda sua gratidão ao aliado Guilherme Uchoa (PDT), presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), e que enfrenta o risco de ser afastado do cargo, em função de uma decisão judicial da juíza Mariza Borges, da 3ª Vara Civil da Capital, ao atender uma ação civil pública apresentada pela OAB contra a reeleição do pedetista.

Nesta tarde, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) confirmou que solicitou diretamente ao comando do TJPE a cassação da liminar da magistrada. Desde o começo da manhã desta sexta, apesar do silêncio oficial, já havia sido informado em primeira mão da estratégia do presidente da Alepe, Guilherme Uchoa, para manter-se no cargo.

“A gente apoia o presidente Uchoa, apoia ele em sua reeleição. É um presidente que vem me dando muita ajuda no comando do governo”, declarou, logo depois de sair do evento na fábrica da Itaipava.

Paulo não precisou que tipo de ajuda de Uchoa. Uma das mais relevantes ocorreu logo no começo do governo, ao funcionar como “bombeiro” na crise gerada pela greve da PM. Na semana que passou, Uchoa ajudou a articular, com o desembargador Jovaldo Nunes, no TJPE, a liminar solicitado pelo governo socialista e que suspendeu a greve dos professores. Apesar da decisão judicial, eles não voltaram ao trabalho. As primeiras demissões começam em breve.

Paulo Câmara tentou despistar os repórteres e disse ainda que estava aguardando “a decisão que Uchoa entrou no TJPE”. “Vou esperar a decisão da Justiça”.

Na verdade, o pedido de cassação foi apresentado no TJPE em conjunto com a Procuradoria da Assembleia Legislativa do Estado (Alepe). O documento é assinado pelo procurador geral do Estado, Antônio César Caula Reis, indicado por Paulo Câmara.

“A PGE defende em juízo os três poderes”, informou o órgão, em telefonema às 14h.

A PGE não informou o teor integral da inicial, mas sabe-se que o instrumento é invocado em casos de riscos à ordem social ou econômica, sempre em casos grave repercussão. O Estado tem que se sentir gravemente lesado. No caso, o que está em questão é se a Alepe pode ficar uma ou algumas semanas sem Uchoa na presidência.

O recurso é uma alternativa legal excepcional. A Alepe poderia defender-se por conta própria, mas isto demandaria tempo, com o cumprimento de prazos legais.

A principal vantagem, entretanto, entre uma e outra, é não passar pelo processo de distribuição eletrônica, indo parar nas mãos de um desembargado.

A grande contradição é que a gestão Paulo Câmara seja solicitada a ajudar Guilherme Uchoa, depois de entrar em rota de colisão em fevereiro, justamente na eleição da Mesa da Alepe. Uchoa humilhou a articulação política do Campo das Princesas e derrotou o candidato palaciano Lula Cabral, do PTB.

Quem entra na linha de fogo é o presidente do TJPE, Frederico Neves. Decida em favor de A ou B, receberá críticas, como de instrumentalização do tribunal, caso decida aceitar o pedido do Estado e Alepe, contra o entendimento da juíza de primeira instância. Uchoa ajudou Paulo Câmara a obter uma liminar contra a greve dos professores e agora recebe ajuda. Neves cobrou publicamente recursos de Paulo Câmara para investimentos na ampliação da assistência judicial no Estado.

O presidente da Alepe tem sido orientado a manter silêncio e não atende telefone. O seu grupo político diz que já esperava pela decisão e até avaliam que o quadro não é complicado. O procurador da Alepe, Ismar Corrêa, estava de férias em Veneza, sendo as ações coordenadas pelo advogado Hélio Lúcio.

Normalmente, nos momentos de crise, Uchoa acabava jogando mais lenha na fogueira ao distribuir frases polêmicas. Desta feita, ficou quieto.

Uma das argumentações dos defensores de Uchoa é que os deputados novos teriam direito a escolher o seu líder, enquanto Uchoa tinha direito de votar e ser votado.

Com informações de Marcela Balbino e Jamildo Melo

Governador Paulo Câmara autoriza primeiros desligamentos de professores

governadores_norde44

Sem alarde, a Secretaria de Educação do governo Paulo Câmara fechou, nesta sexta-feira, a lista dos primeiros professores que serão desligados com a greve iniciada há uma semana, no Recife. A decisão ocorre depois que o TJPE deu aval a uma liminar pedindo a volta imediata ao trabalho, além de ter visto indícios de ilegalidade.

No total, são 15 professores que trabalham em escolas de tempo integral. O comando da Educação comprovou que os professores estavam estimulando os alunos a participar da greve e incentivando o boicote às aulas.

Por conta da decisão judicial, também já estão sendo computados quatro dias de faltas a serem descontados na folha salarial.

Veja a nota oficial desta tarde, após os professores não voltarem ao trabalho.

“O Governo de Pernambuco lamenta que, mesmo com a decisão da Justiça sobre a ilegalidade da greve e a decisão para o seu encerramento, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) tenha decidido pela continuidade da paralisação. A manutenção do movimento prejudica os estudantes da Rede Estadual e suas famílias. Ainda assim, o Governo reafirma a disposição de reabrir o diálogo com a categoria, desde que os professores retomem as atividades normais nas escolas.

Sobre o balanço das escolas da Rede Estadual nesta sexta-feira (17), 52% (541) das escolas tiveram funcionamento normal; 39% (410) aderiram parcialmente e 9% (94) aderiram totalmente à greve. Portanto, houve uma redução no número de escolas totalmente sem aulas. Neste contexto, 91% das escolas estão em atividade. Assim, considerando o funcionamento da maior parte das escolas da Rede, a Secretaria de Educação do Estado reforça a solicitação de que os pais e responsáveis encaminhem os estudantes para as escolas a fim de voltarem à normalidade das aulas”.

Postos fazem promoções para aumentar a venda da gasolina

A redução média no valor da gasolina é de cerca de R$ 0,20 / Foto: Fernando da Hora/JC Imagem

A redução no preço da gasolina praticada em alguns postos surpreendeu os motoristas recifenses. Depois da alta no valor dos combustíveis, o que causou uma queda no movimento, os proprietários dos estabelecimentos no Recife estão promovendo promoções para atrair os consumidores e estimular a concorrência.

O resultado desse cenário é uma redução média de até R$ 0,20 no valor do produto. Agora, a gasolina que já chegou a custar em média R$ 3,29 após o último reajuste, hoje pode ser encontrada até pelo valor de R$ 2,96, e quem agradece é o consumidor. “Antes abastecia pagando R$ 3,30, agora aqui vou pagar R$ 2,96. Então, aproveito logo pra completar porque a gente tem que aproveitar essa oportunidade boa, que não é todo dia que acontece”, afirma o técnico em mecânica Alan da Silva.

A frentista do Posto Sejal Antônia Lourenço trabalha na área há 22 anos e afirma que, neste ano, as promoções estão mais frequentes e com descontos maiores. “Depois das promoções, o fluxo de motoristas aqui sempre aumenta bastante, os clientes comentam que o preço está bom e normalmente enchem o tanque e sempre voltam.

Os consumidores gostam de preço bom, então, baixou, a procura já cresce, porque qualquer redução já é significativa e influencia no valor final. As promoções sempre são feitas, mas neste ano a duração e o desconto foram maiores”, conta a frentista Antônia Lourenço, que trabalha na área há 22 anos.

Já o empresário Rubem de Brito afirma que sentiu o favorecimento das reduções duplamente, já que, além de motorista, é proprietário de uma transportadora, negócio que sentiu o peso das majorações que ocorrem este ano. “Essa revisão de preços é muito boa para consumidor, e já devia ter sido feita há muito tempo. Tenho uma transportadora e o preço do combustível interfere muito no meu negócio. Os fretes estão muito defasados e estamos tendo prejuízos. A gasolina ficando mais barata, podemos até segurar os preços, e isso é bom pra todo mundo”, conta.

Para não perder os descontos, muitos motoristas enfrentam filas e até vão a postos mais distantes em busca do menor preço. “Dia desses vi um posto promovendo uma promoção que criou uma fila gigantesca. Já vi estabelecimento cobrando até R$ 3,50, o que inviabilizava totalmente um carro. Agora, com essas promoções, dez centavos que diminui no preço já é a salvação”, conta o auxiliar de engenharia Márcio de Lima.
No entanto, o motorista que deseja aproveitar as promoções para encher o tanque deve se apressar para abastecer. Tendo em vista que os valores são promocionais, os preços podem voltar a subir a qualquer momento.

“O preço que está sendo praticado atualmente é momentâneo e a qualquer momento pode subir. Por isso a gente recomenda que o motorista aproveite a onda de promoções e encha o tanque antes que os valores voltem ao normal. Aqui a promoção fez com que a venda diária da gasolina aumentasse três mil litros”, esclarece o gerente de pista do Posto Sejal, Vanildo Sotero.

Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Pernambuco (Sindicombustíveis), Alfredo Ramos, além de fatores como a retração do mercado e a concorrência, outras questões também contribuíram para o surgimento das promoções. “As distribuidoras importaram muito produto e ficaram com estoques altos. Além disso, há também a questão da crise, a disputa de mercado e o fato dos meses de março e abril serem tradicionalmente ruins para o setor”, conclui Ramos.

Da Editora de Econômia

background webcam girls live sex webcam lesbians Mature webcams gay webcams live sex cams webcam boys webcam Couples fetish webcams shemale webcams live cams webcam sex